Harry Styles é a primeira capa masculina da 'Vogue'


Giulia Heyward e Brian Ries, da CNN
17 de novembro de 2020 às 22:02
Harry Styles

 

Foto: Tyler Mitchell/Vogue

Harry Styles acabou de adicionar mais uma à sua lista crescente de conquistas. Ao estrelar a capa da revista “Vogue” dos EUA de dezembro de 2020, ele é o primeiro homem a surgir sozinho nessa posição (outros homens já saíram, mas sempre com uma mulher junto).

Na nova edição, Styles fala sobre seus planos de viajar para Tóquio, sua música e (é claro) suas escolhas de moda, que são conhecidas por confundir as linhas de gênero.

Leia também

Influenciador italiano de 7 anos desafia estereótipos da deficiência

Universal e Cinemark acertam lançamento antecipado para filmes em casa

“Quando criança, eu gostava demais de vestidos elegantes”, disse Styles à revista. “Eu era muito pequeno e usava meia-calça para uma peça na escola. Lembro que era uma loucura eu usar meia-calça. E foi talvez aí que tudo começou!”

A foto da capa apresenta Styles em um vestido longo, desenhado por Alessando Michele, da Gucci, combinado com um paletó de smoking sob medida. Ele também posa sem camisa usando uma saia inspirada no kilt Chopova Lowena.

As fotos foram tiradas pelo badalado fotógrafo Tyler Mitchell, que atingiu a fama em 2018, quando ele se tornou o primeiro fotógrafo negro a fazer uma capa para a “Vogue”. Beyoncé era a artista naquela ocasião.

No início do ano, Harry Styles chegou às manchetes de jornais depois de aparecer na capa da “Beauty Papers”, uma revista semestral com sede em Londres, usando meia arrastão e batom.

Embora Styles não seja de forma alguma o primeiro homem a desafiar os estereótipos de gênero nas roupas, ele se tornou um dos poucos artistas convencionais a fazê-lo.

“O que as mulheres vestem. O que os homens vestem. Para mim,  isso não é uma questão”, contou o astro pop ao jornal “The Guardian” no ano passado. “Se eu vejo uma camisa bonita e me dizem, ‘Mas é para mulheres’. Eu penso: ‘Okaaaay... Isso não me faz querer usar menos [essa camisa] ... Acho que quando você se sente mais confortável consigo mesmo, tudo se torna muito mais fácil”.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).