Grandes marcas de luxo participam de semana de moda no Metaverso

Dolce & Gabbana, Tommy Hilfiger e Cavalli estão no line up da primeira Semana de Moda do Metaverso (MVFW), que começa nesta quinta-feira (24)

Espaço de desfiles da Semana de Moda do Metaverso (MVFW)
Espaço de desfiles da Semana de Moda do Metaverso (MVFW) Divulgação

CNN Brasil

Ouvir notícia

Grandes marcas de luxo internacionais participam da primeira edição da Semana de Moda do Metaverso (MVFW). Dolce & Gabbana, Tommy Hilfiger, Hugo Boss, Elie Saab e Cavalli são apenas algumas que estarão presentes nos quatro dias de evento, que começa nesta quinta-feira (24) e segue até domingo (28).

Dentro da plataforma virtual Decentraland, a MFVW promete ser o maior evento de moda digital realizado até hoje. Além de desfiles, a programação inclui painéis, festas virtuais, showroons e lançamentos de NFT.

A gigante britânica de departamento, Selfridges deu início à semana inaugurando uma flagship virtual no metaverso, com direito a experiência imersiva com a marca Paco Rabanne.

“Moda e alta costura não são mais novidade no metaverso”, diz o diretor criativo da Decentraland Foundation, Sam Hamilton. “Desde 2020, criamos produtos digitais sob demanda e avatares vestíveis, ultrapassando cada vez mais os limites técnicos. Estamos em um negócio que está em plena expansão – só no ano passado foram vendidos US$ 1 milhão em avatares vestíveis.”

Na passarela, a ideia do evento é apresentar novas coleções ou novas interpretações de peças já existentes. Já nos espaços de vendas, as marcas poderão vender itens digitais e físicos.

Dolce & Gabbana desfilou no início da tarde desta quinta na passarela virtual criada na Decentraland. Qualquer pessoa pode participar, criando seu próprio avatar e assistindo aos desfiles da plateia, para em seguida circular pelos vários espaços do evento, como a área de compras – inspirada na luxuosa avenue Montaigne de Paris.

Ambiente virtual da Semana de Moda do Metaverso durante desfile da Dolce & Gabbana/ Divulgação

Essa não é a primeira vez que a D&G investe no virtual: em outubro passado, a marca vendeu em um leilão a Collezione Genesi, que incluía nove peças de NFTs digitais, ou tokens não fungíveis, por cerca de R$ 6 milhões – a coleção foi criada em parceria com o mercado de luxo e cultura digital, a UNXD.

Em fevereiro de 2021, a primeira semana de moda do metaverso foi a Crypto Fashion Week, que destacou as possibilidades do universo da moda digital criadas durante a pandemia. O evento, que ganhou ativação durante o Meta Gala, teve público global de mais de 3 milhões de pessoas.

Peça da coleção de NFTs digitais da Dolce & Gabbana / Divulgação

* Editado por Thayana Nunes.

Mais Recentes da CNN