Trump classifica debate democrata como "chato" e nega corte no Medicare


Da CNN Brasil, em São Paulo
16 de março de 2020 às 04:33 | Atualizado 16 de março de 2020 às 04:34
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (09.mar.2020)

Foto: Tom Brenner/Reuters

O presidente americano Donald Trump classificou como "muito chato" o debate dos pré-candidatos democratas às eleições presidenciais, realizado pela CNN na noite deste domingo (15). Trump acusou Joe Biden de mentir quando afirmou que o governo republicano pretende cortar o Seguro Social e o Medicare — planos de seguros gerados pelo governo americano para prover, respectivamente, aposentadorias e planos de saúde aos cidadãos idosos.

"Devo dizer que foi um debate muito chato. Biden mentiu quando disse que eu quero cortar o Seguro Social e o Medicare. Foi o que todos disseram há 4 anos e nada aconteceu; na verdade, salvei o Seguro Social e o Medicare. Eu não vou cortar, mas eles vão. Seja cuidadoso!", afirmou o presidente no Twitter.

Biden mencionou o Medicare após seu adversário no debate democrata, Bernie Sanders, defender que o benefício fosse estendido a todos os americanos, enquanto hoje é seleto a pessoas com idade igual ou maior que 65 anos.

"Bernie falou sobre Medicare para todos. Ele ainda não lhe contou como vai conseguir passar isso e não comentou se existe alguma possibilidade disso acontecer. Ele não disse quanto isso vai custar", declarou. 

"Queremos uma revolução, vamos agir agora. Considere o meu plano de saúde, que aceita Obamacare, restaura todos os cortes feitos, subsidia ainda mais, reduz os preços dos medicamentos, garante que não há contas ocultas, garante que investimos — o que eu quero investir, US $ 50 bilhões no tratamento de doenças subjacentes de grande importância, diabetes, Alzheimer e câncer. Certifique-se de que temos uma opção ao Medicare", acrescentou o ex-vice-presidente de Obama. 

Apesar de divergirem sobre as questões dos seguros, os dois candidatos se complementaram em momentos nos quais criticaram a administração de Trump. 

"Se Bernie for o candidato, eu não apenas o apoiarei, como também faço campanha por ele. E acredito que as pessoas que me apoiam farão o mesmo, porque a ameaça existencial para os Estados Unidos da América é Donald Trump", declarou Biden.