'As coisas vão piorar antes de melhorar', diz primeiro-ministro do Reino Unido

País tem 17.089 casos confirmados do novo coronavírus e 1.019 mortes

Da CNN, em São Paulo
29 de março de 2020 às 06:19 | Atualizado 29 de março de 2020 às 06:26
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, enviou carta aos britânicos para alertar sobre coronavírus
Foto: Leon Neal - 19.mar.2020/Pool/Reuters

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alertou a população britânica em uma carta enviada a 30 milhões de lares. Johnson disse que a situação do país, que atualmente enfrenta o COVID-19, ficará pior antes de melhorar. Ele está isolado em Downing Street para se recuperar da infecção pelo novo coronavírus.

O Reino Unido tem 17.089 casos confirmados do novo coronavírus e 1.019 mortes. Calcula-se que o pico da epidemia no país irá chegar em algumas semanas. "Nós sabemos que as coisas irão piorar antes de melhorar", escreveu Johnson. "Neste momento de emergência nacional, eu os peço, por favor, fiquem em casa, protejam o Sistema Nacional de Saúde (NHS) e salvem vidas."

O ministro do gabinete Michael Gove disse, no domingo (29), que o governo está "muito preocupado" com o número de mortes. Ele também afirmou que o país aumentou o número de testagens para a doença. "O número dos testes sendo feitos chegou a 10 mil por dia. Queremos aumentar para 25 mil por dia." Com Reuters