Estados Unidos superam China em mortos pelo novo coronavírus

País tem 3.393 vítimas da doença, 1.550 delas em Nova York; governador Andrew Cuomo diz que números devem subir nos próximos dias

Da CNN, em São Paulo
31 de março de 2020 às 13:21
Andrew Cuomo, governador de NY, atualiza dados sobre coronavírus no estado
Foto: Reprodução/ CNN

As mortes relacionadas ao novo coronavírus nos Estados Unidos chegaram a 3.393 nesta terça-feira (31), excedendo o total de mortes na China, onde o surto começou, e colocando o país na terceira posição do mundo, atrás da Itália e da Espanha.

Os EUA já tinham se tornado na quinta-feira (26) o país com a maior quantidade de casos da doença, ao superar Itália e China. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o país tem mais de 165 mil infectados.

As autoridades de saúde reiteram seus pedidos para que os norte-americanos sigam as ordens de ficar em casa, além de outras medidas para conter a propagação do vírus.

Epicentro da doença

Nova York continua como a cidade mais afetada pela doença nos EUA, com 1.550 mortos, 322 a mais de que na segunda-feira, informou o governador democrata, Andrew Cuomo, em entrevista diária para atualizar os dados da doença.

Cuomo informou que, apenas na segunda, foram testadas 18 mil pessoas no estado – a maior quantidade em um único dia até o momento –, elevando para 75.795 o total de pessoas infectadas em todo o estado, das quais, mais de 43 mil estão na cidade de Nova York.

“Este vírus é mais poderoso e mais perigoso do que esperávamos", disse Cuomo. “Ainda estamos subindo a montanha, a principal batalha está no topo da montanha", disse, em referência aos aumentos diários de casos e de mortes no estado.

“Temos duas missões nesse momento. Uma é a batalha contra a doença no nosso sistema de hospitais. A outra é nossa responsabilidade social. Fique em casa e não seja infectado”, disse o governador. (Com informações da Reuters)