Distanciamento social está funcionando, diz governador de Nova York

Apesar da medida, estado atingiu maior número de mortes diárias desde o início da epidemia

Reuters
08 de abril de 2020 às 14:47
A Quinta Avenida, em Nova York, EUA, quase deserta em meio à pandemia do novo coronavírus
Foto: Eduardo Munoz/Reuters (29.mar.2020)

O distanciamento social está fazendo efeito para conter a pandemia de coronavírus, disse Andrew Cuomo, governador de Nova York, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (8). A declaração acontece em meio a nova alta no número de mortes por coronavírus no estado. Foram 779 nesta quarta, ante 731 no dia anterior.

Com a atualização, Nova York totaliza 6.268 vítimas da COVID-19. Em todo os EUA, foram confirmados 363.321 casos e 10.845 mortes pela nova doença.

Leia também:

Quarentena, isolamento e distanciamento: qual é a diferença?

Cuomo declarou que espera que o número de fatalidades se mantenha "tão alto ou cresça ainda mais nos próximos dias". Ele rogou aos cidadãos que permaneçam recolhidos durante esse período.

O governador reconheceu a possibilidade que as mortes no estado sejam subnotificadas, por conta dos pacientes que morrem em suas casas. "Pessoas morrem fora dos hospitais, infelizmente. Acredito que as estatísticas de vítimas subiria consideravelmente se testássemos todos que morressem", disse Oren Barzilay, presidente do sindicato dos paramédicos da cidade de Nova York.