Japão registra aumento recorde de casos de coronavírus pelo 4º dia consecutivo

País anunciou 714 novos casos e quatro mortes pela COVID-19 no sábado (11). Na semana, Tóquio e outras seis regiões decretaram estado de emergência

Da CNN, em São Paulo
12 de abril de 2020 às 02:05
Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, manuseia máscara de proteção contra o novo coronavírus
Foto: Issei Kato - 06.abr.2020/ Reuters

O Japão anunciou 714 novos casos e quatro mortes pelo novo coronavírus (COVID-19) neste sábado (11). O balanço, divulgado pelo Ministério de Saúde local, mostra que pelo quarto dia consecutivo o país registra um aumento recorde no número de casos.

O recorde anterior, atingido na sexta-feira, era de 464 casos anunciados em um dia (189 delas em Tóquio, o maior epicentro da doença). 

Com os picos dos últimos dias, o país registra até o momento 7.460 casos — incluindo as 712 do navio Diamond Princess. O total de mortes desde o início das contaminações chega a 109. 

Em Tóquio, foram 197 novos casos de infecção no sábado e o total acumulado foi a 1.902.

Um dos primeiros países a registrar casos da doença, o Japão chegou a disseminação relativamente controlada no início de março, segundo os dados oficiais. Porém, coincidentemente após o anúncio do adiamento dos Jogos Olímpicos que deveriam ser realizados neste ano no país, o avanço de contaminações voltou a ganahar força.

Na última terça, o país declarou estado de emergência em Tóquio e outras seis regiões – Kanagawa, Saitama, Chiba, Osaka, Hyogo e Fukuoka – diante do crescimento de casos. 

Segundo o primeiro-ministro Shinzo Abe, a medida, que a princípio dura cerca de um mês, dá aos governadores autoridade para recomendar que as pessoas fiquem em casa e as empresas fechem.