Incêndio florestal perto de ex-usina de Chernobyl foi apagado, diz Ucrânia

Ambientalistas haviam alertado que o incêndio perto do local do pior desastre nuclear da história, ocorrido em 1986, cria um risco de radiação

Reuters
14 de abril de 2020 às 11:57
Vista aérea de incêndio em floresta perto da antiga usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia
Foto: Reuters TV - 12.abr.2020/via REUTERS

Um incêndio enorme que devastou florestas ao redor da antiga usina nuclear de Chernobyl foi apagado, disseram autoridades da Ucrânia nesta terça-feira (14) , dizendo que centenas de agentes de emergência usaram aviões e helicópteros para acabar com as chamas.

Ambientalistas haviam alertado na segunda-feira (13) que o incêndio perto do local do pior desastre nuclear da história, ocorrido em 1986, cria um risco de radiação.

Yaroslav Yemelianenko, que organiza visitas a Chernobyl, escreveu no Facebook que a situação era crítica, dizendo que o fogo havia chegado à cidade abandonada de Pripyat, a dois quilômetros de onde "os dejetos radiativos mais ativos de toda a zona de Chernobyl estão localizados".

Mas nesta terça-feira as autoridades ucranianas disseram que, embora tenham registrado picos de partículas de césio-137 de curta duração na área de Kiev ao sul da usina, os níveis de radiação continuavam dentro dos limites normais de maneira geral e não exigem medidas de proteção adicionais.

"Não existe incêndio em andamento", disse o Ministério do Interior em um comunicado, acrescentando, porém, que havia "uma combustão ligeira no solo da floresta".

O presidente Volodymyr Zelenskiy prometeu transparência na questão e se reunirá com o chefe dos serviços de emergência ainda nesta terça-feira. "A sociedade precisa saber a verdade e ficar em segurança", disse ele em um comunicado na noite de segunda-feira.

O incêndio, um dos vários ocorridos após um período de clima anormalmente seco, começou em 3 de abril na parte oeste da zona de exclusão e se espalhou para as florestas vizinhas.