Pandemia do novo coronavírus mata mais de 50 mil pessoas nos EUA

Estados Unidos têm 870 mil casos confirmados e são o país mais atingido pela COVID-19

Stephanie Bevilaqua, Da CNN, em São Paulo
24 de abril de 2020 às 16:51
Casa Branca, em Washington
Foto: Yara Nardi - 16.nov.2019/ Reuters

Na manhã de hoje (24), os Estados Unidos ultrapassam a marca de 50 mil mortos pelo novo coronavírus (COVID-19). De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, o país tem 871,2 mil infectados e 80,9 mil recuperados. 

A população total norte-americana é de 327,2 milhões de pessoas, o que significa que 0,26% da população está infectada. 

O estado de Nova York é o mais impactado pelo novo coronavírus (COVID-19), concentrando cerca de 35% dos casos. 

No dia 26 de março, os Estados Unidos tornaram-se o país com o maior número de infectados no mundo. Em segundo lugar está a Espanha, com 213 mil infectados e em terceiro, a Itália, com 189 mil. 

Leia também:

Estado da Geórgia, nos EUA, reabre hoje parte do comércio não essencial

Trump sugere luz solar e injeção de desinfetante para tratar coronavírus

Há exatamente um mês, o presidente norte-americano, Donald Trump, minimizou a pandemia. Ele disse que o país já passou por "gripes horríveis" e que 36 mil pessoas morriam de gripe nos EUA todo ano. 

“Pense nisso: temos uma média de 36 mil pessoas. Morte. Morte. Não estou falando de casos, estou falando de morte -- as pessoas morrem da gripe. Mas nunca fechamos o país para a gripe", falou.