Em meio a especulações, Coreia do Sul diz que Kim Jong-un está 'vivo e bem'

Questionamentos sobre saúde do líder norte-coreano surgiram quando ele se ausentou das comemorações do principal feriado nacional da Coreia do Norte

Will Ripley, Jake Kwon, Sophie Jeong e Tara John, da CNN
26 de abril de 2020 às 20:15

A Coreia do Sul está minimizando as especulações crescentes sobre a saúde do líder da Coreia do Norte, Kim Jong -un. "O posicionamento de nosso governo é firme", disse o principal consultor de política externa do presidente sul-coreano, Moon Jae-in, à CNN. "Kim Jong-un está vivo e bem. Ele está na área de Wonsan desde 13 de abril. Até agora, nenhum movimento suspeito foi detectado. "

Os questionamentos sobre o estado de Kim surgiram depois que ele perdeu a comemoração do aniversário de seu avô, em 15 de abril. Ele foi visto quatro dias antes em uma reunião do Politburo, segundo a KCNA, mídia estatal norte-coreana.

Os Estados Unidos estão monitorando as informações de que Kim está "em grave perigo após uma cirurgia", segundo autoridade do governo norte-americano. Outro funcionário dos EUA disse à CNN, na segunda-feira (20), que as preocupações com a saúde de Kim existem, mas é difícil avaliar o estado do líder.

A declaração foi dada após reportagem do Daily NK, um jornal on-line da Coreia do Sul focado na cobertura da Coreia do Norte. A publicação informou que Kim teria se submetido a um procedimento cardiovascular por causa de "tabagismo excessivo, obesidade e excesso de trabalho". O jornal acrescentou que o líder agora está recebendo tratamento em uma vila no Condado de Hyangsan.

Depois de avaliar que a condição de Kim havia melhorado, a maioria da equipe médica que o tratava retornou a Pyongyang em 19 de abril, mas alguns seguiram supervisionando sua recuperação, segundo o Daily NK. A CNN não pode confirmar independentemente o relatório da publicação.

Neste domingo (26), o jornal estatal norte-coreano Rodong Sinmun disse que Kim enviou agradecimentos aos trabalhadores que ajudaram na reforma da cidade de Samjiyon, na Coréia do Norte. A CNN não pode confirmar independentemente a autenticidade das informações publicadas pelo Rodong Sinmun ou se a nota de agradecimento veio diretamente do líder.

Não é a primeira vez que a mídia norte-coreana noticia as atividades de Kim desde que surgiram especulações sobre seus possíveis problemas de saúde.

Trem em Wonsan

A Coreia do Norte mantém controle rígido sobre qualquer informação divulgada a respeito do líder do país, que é tratado quase como uma divindade. Suas ausências na mídia oficial norte-coreana frequentemente provocam especulações e rumores sobre sua saúde.

A Coreia do Norte não tem imprensa livre e não costuma ter informações atualizadas com frequência sobre a liderança do país. Analistas dependem bastante da verificação de despachos da mídia estatal e da exibição de vídeos de propaganda em busca de alguma pista.

Imagens de satélite mostram o que poderia ser o trem utilizado pelo líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un
Foto: DigitalGlobe/ScapeWare3d/Getty Images

Um site especializado em assuntos norte-coreanos publicou imagens de satélite no sábado (25). Segundo a publicação, pesquisadores afirmaram que um trem "provavelmente pertencente a Kim Jong-un" está parado em uma estação ferroviária que serve o luxuoso complexo Wonsan, na costa leste do país, desde pelo menos 21 de abril.

A presença do trem não comprova que o líder da Coreia do Norte está no complexo de Wonsan, mas dá mais sustentação aos relatórios de que ele está na região, de acordo com artigo do 38 North, que publica análises sobre assuntos norte-coreanos e é um projeto do Henry L. Stimson Center, um think tank baseado em Washington, DC.

O site informou que a estação onde o trem está estacionado é "reservada para uso da família Kim". Imagens de satélite indicam que o trem, que não estava presente na área em 15 de abril, chegou pouco antes de 21 de abril e continuou no local em 23 de abril. Em 23 de abril, o trem "parecia ter sido reposicionado para a partida", disse o 38 North.

O complexo de Wonsan, de acordo com a publicação, inclui instalações de lazer, como nove grandes pousadas, um centro de recreação, um grande edifício construído depois que Kim chegou ao poder, um porto protegido, campo de tiro, prédio de recreação, doca coberta e uma pequena pista de equitação, um hobby de Kim.

A área em frente à praia, onde Kim passou o verão em criança, é um lugar que o líder norte-coreano é conhecido por gostar de frequentar. Kim, no entanto, costuma viajar de avião ou de carro para Wonsan.