CNN Mundo: a tentativa fracassada de golpe e o olhar de refugiado venezuelano

Lourival Sant'Anna entrevista Flavian MC Donald, refugiado venezuelano que vive há 2 anos no Brasil

Da CNN, em São Paulo
10 de maio de 2020 às 16:09 | Atualizado 10 de maio de 2020 às 16:16


Uma tentativa de incursão e golpe de estado na Venezuela deixou 8 mortos e ao menos 13 detidos. Entre eles, 2 ex-integrantes das Forças Especiais do exército americano, chamados de Boinas Verdes.

A operação fracassada envolveu 60 combatentes, que partiram da Colômbia e tentaram desembarcar na costa venezuelana. Mas os motores das embarcações falharam e eles acabaram interceptados pela Guarda Costeira venezuelana.

O jornal "The Washington Post" publicou o que parece ser o contrato da operação, feito entre o líder da oposição Juan Guaidó e a empresa de segurança Silvercorp.

O consultor Juan José Rendón, aliado de Guaidó, reconheceu à CNN ter contratado a Silvercorp para uma consultoria sobre como prender líderes do regime venezuelano, indiciados nos Estados Unidos por narcotráfico.

O presidente Nicolás Maduro está usando esse caso como prova de que os Estados Unidos estão tentando derrubá-lo. Mas o governo americano nega envolvimento. A situação agrava, ainda mais, a crise diplomática entre os dois países.

Analistas temem que as autoridades aproveitem a situação, que se soma à emergência sanitária pelo coronavírus, para redobrar a repressão. O Itamaraty mantém cautela ao comentar o assunto, mas mantém a pressão para retirar o corpo diplomático venezuelano do país.

Para compreender todo esse cenário, Lourival Sant'Anna entrevista Flavian MC Donald, refugiado venezuelano que vive há 2 anos no Brasil. Também participam desta edição do CNN Mundo, a jornalista venezuelana Paula Quinteros, que vive em Madri, além do jornalista da CNN em Brasília André Spigariol.