Unicef: Impacto da Covid-19 pode matar 6 mil crianças por dia em 6 meses

Documento da agência se baseia em uma análise de pesquisadores da Escola de Saúde Pública Bloomberg da Universidade de Medicina Johns Hopkins

Karen Smith, da CNN
13 de maio de 2020 às 08:24 | Atualizado 13 de maio de 2020 às 10:59
Pandemia do novo coronavírus sobrecarrega o sistema de saúde e afeta crianças de todo o mundo
Foto: Reprodução/ Agência Brasil

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) divulgou um relatório que indica que 6 mil crianças podem morrer diariamente de causas evitáveis, nos próximos seis meses, em razão do enfraquecimento dos sistemas de saúde pelo mundo, causado pela pandemia do novo coronavírus.

O documento da agência, divulgado nessa terça-feira (12), se baseia em uma análise de pesquisadores da Escola de Saúde Pública Bloomberg da Universidade de Medicina Johns Hopkins, publicada recentemente pela revista científica The Lancet Global Health.

Assista e leia também:
Três crianças morrem em NY com síndrome que pode estar ligada à Covid-19
Análise: há fome em 40% das casas dos EUA com crianças de até 12 anos

O Unicef afirma que, com base no pior de três cenários previstos para 118 países de renda média e baixa, no mesmo período, 1,2 mil, das 6 mil mortes diárias, serão de crianças com menos de 5 anos. Isso seria uma consequência da redução nos níveis de cobertura dos serviços de saúde no mundo.

De acordo com o relatório, os dez países que podem alcançar os maiores números de mortes infantis são Bangladesh, Brasil, República Democrática do Congo, Etiópia, Índia, Indonésia, Nigéria, Paquistão, Uganda e Tanzânia.