Estudo da Universidade de Hong Kong comprova eficácia de máscara contra Covid-19

A pesquisa, divulgada no último domingo (17), tem como objetivo trazer dados para o debate sobre o uso ou não de máscara contra o novo coronavírus

Giovanna Bronze da CNN, em São Paulo
19 de maio de 2020 às 17:33
Funcionária de fábrica chinesa trabalha com máscara de proteção
Foto: China Daily - 26.mar.2020/REUTERS

Um estudo da Universidade de Hong Kong com hamsters mostrou que o uso de máscara tem um papel fundamental na proteção contra a transmissão do novo coronavírus. A pesquisa, divulgada no último domingo (17), tem o objetivo de trazer dados para o debate sobre o uso ou não de máscara contra a Covid-19.

De acordo com a universidade, o estudo foi feito com hamsters separados em dois grupos e colocados em duas gaiolas diferentes, sendo que um dos grupos estava infectado com coronavírus.

Leia também:

Invenção permitirá que clientes comam em restaurantes com máscara 'Pac-Man'

Covid-19 em academias: estudo sul-coreano rastreia 112 casos em aulas de dança

Farmacêutica diz que encontrou anticorpo que protege 100% contra Covid-19

Na primeira fase do experimento, nenhuma máscara cirúrgica foi utilizada entre as duas gaiolas. Na segunda, uma máscara foi colocada perto dos roedores sem Covid-19 e, na terceira, foram colocadas máscaras nas duas gaiolas.

Quando não tinha nenhuma máscara entre as grades de proteção, dois terços dos hamsters saudáveis testaram positivo para a doença apenas uma semana depois. Na segunda fase, com apenas uma das gaiolas coberta pela máscara, a taxa de infecção caiu um terço. 

Já na terceira fase do experimento, com máscara entre os saudáveis e entre os infectados com Covid-19, o número caiu ainda mais: apenas um sexto dos hamsters testou positivo.