Grupo de colombianos acampado em Guarulhos aguarda repatriação

Colombianos perderam a fonte de renda por causa da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus

Da CNN, em São Paulo
25 de maio de 2020 às 23:19

Cerca de 180 colombianos estão acampados no saguão do Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos) sem perspectiva de voltar para o país de origem. O grupo é formado por estrangeiros que viviam no Brasil, mas perderam a fonte de renda por causa da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. 

Eles ficam em corredores pequenos, que não têm movimentação de passageiros. As áreas foram transformadas em acampamentos e dezenas de crianças e cachorros estão vivendo lá.

Os colchões são infláveis, há muitas sacolas e as malas marcam as posições. Os colombianos estão recebendo doações de mantimentos, mas passar o tempo no aeroporto esperando para serem repatriados não é fácil. A incerteza pesa. Para ser repatriada, cada pessoa precisa pagar o equivalente a R$ 2.500.

       Leia também:

      Embaixada da Colômbia nega voo para repatriar 180 acampados em Guarulhos

O Ministério Público Federal, que atua para solucionar o caso, convocou uma reunião virtual de urgência, para qual foram convidadas autoridades colombianas e brasileiras nas esferas federal e municipal para que o problema seja resolvido o mais rápido possível.