Papa pede para pessoas não comemorarem vitória sobre coronavírus muito cedo


Reuters
07 de junho de 2020 às 16:26
Papa Francisco celebra missa no Vaticano

Papa Francisco celebra missa no Vaticano: "Tenham cuidado. Não cantem vitória tão cedo"

Foto: Remo Casilli - 31.mai.2020 / AP

O papa Francisco fez um alerta neste domingo para que as pessoas não baixem a guarda contra o coronavírus agora que os níveis de infecção se reduziram e pediu para cumprirem as medidas de distanciamento social e para usarem máscaras.

O pontífice também fez uma possível referência ao Brasil ao afirmar a centenas de pessoas que visitavam a praça São Pedro, no Vaticano, que soube na sexta-feira que em um país uma pessoa tem morrido de coronavírus por minuto. "Terrível", disse o papa, sem identificar o país.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a Covid-19 já matou quase 36 mil pessoas no Brasil.

"Tenham cuidado. Não cantem vitória tão cedo", alertou o papa.

Leia também:
Trump usa Brasil como exemplo de país com problemas para conter Covid-19

Quase 34 mil pessoas morreram na Itália de coronavírus, o quarto país em número de mortos pela Covid-19, atrás de Estados Unidos, Reino Unido e Brasil.

O número de mortes diárias caiu de quase 1.000 alguns meses atrás para 72 no sábado. A Itália entrou na última fase de flexibilização de restrições em 3 de junho, quando as pessoas receberão permissão para viajarem entre diferentes regiões do país.