Trump compartilha vídeo de casal apontando armas contra manifestantes


Reuters
29 de junho de 2020 às 18:35 | Atualizado 29 de junho de 2020 às 18:50

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, compartilhou nesta segunda-feira (29) um vídeo que mostra um casal do Missouri apontando armas contra manifestantes que pediam reformas na polícia, novamente acentuando as tensões raciais no país.

O presidente republicano foi criticado no domingo (28) por compartilhar um vídeo de um apoiador da Flórida gritando "poder branco", uma frase usada por grupos supremacistas brancos. Trump depois excluiu a publicação, e a Casa Branca disse que o presidente não tinha ouvido o grito.

Sem fazer comentário, Trump retuitou nesta segunda-feira (29) um vídeo da ABC News mostrando um casal branco apontando armas contra manifestantes negros e brancos que passavam por uma casa em St. Louis.

Ouça e leia também:

Trump retuita e depois apaga vídeo de apoiador gritando 'poder branco'

Podcast E Tem Mais: Os efeitos dos protestos antirracistas nos EUA podem chegar ao Brasil?

No vídeo, e em outros publicados nas redes sociais, alguns manifestantes podem ser vistos parando para filmar ou fotografar o casal, enquanto outros podem ser ouvidos gritando: "Continuem andando!" e "Vamos embora!".

Trump também criticou o anúncio do fim de semana da Universidade de Princeton de que estava removendo o nome do ex-presidente dos Estados Unidos Woodrow Wilson de suas escolas devido a observações e políticas racistas do ex-mandatário.

"Estupidez incrível!", escreveu Trump no Twitter.

Pesquisas de opinião mostram Trump atrás do provável rival democrata nas eleições de 3 de novembro, o ex-vice-presidente Joe Biden, enquanto um número crescente de norte-americanos diz simpatizar com os manifestantes e apoia as reformas policiais nos EUA.