Redes sociais e política: o que esperar do cenário eleitoral americano em 2020


Lorena Lara, da CNN Brasil, em São Paulo
07 de julho de 2020 às 05:30
Podcast E Tem Mais, com Monalisa Perrone

Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã

Foto: CNN Brasil

Em 2008, a campanha presidencial de Barack Obama foi um ponto de virada no uso da internet para gerar engajamento, arrecadar doações e, em última instância, alcançar a vitória eleitoral. Em 2016, foi a vez de Donald Trump. Contra o que todas as pesquisas indicavam, o candidato republicano se utilizou das redes sociais e os resultados das urnas surpreenderam. Em 2020, três acontecimentos recentes dão indícios de que, mais uma vez, as eleições americanas terão as redes sociais como forte determinante. Em maio, o perfil Sleeping Giants chamou a atenção, alertando marcas que tinham seus anúncios exibidos em sites de notícias falsas, com conteúdo supremacista branco e discurso de ódio. Em junho, uma movimentação organizada entre usuários doTik Tok e fãs de k-pop, música pop coreana, conseguiram esvaziar aquele que seria o primeiro comício do presidente Trump em sua campanha para a reeleição. Nos últimos dias, centenas de marcas se uniram em boicote ao Facebook, pedindo que a plataforma limite a disseminação de conteúdo falso ou com discurso de ódio. No E Tem Mais de hoje, Monalisa Perrone recebe o editor de política internacional Marcelo Favalli, e a correspondente Luiza Duarte, de Nova York, para uma conversa sobre o poder de influência das redes sociais e seu eventual papel nas eleições nos EUA e no Brasil.

Leia mais:

América Decide: A crise econômica e o calendário político

Anunciantes voltarão em breve, diz Zuckerberg sobre boicote ao Facebook

Gigantes globais estendem ao Brasil o boicote a anúncios no Facebook

Ouça e assine os podcasts da CNN Brasil gratuitamente:

5 Fatos

Abertura de Mercado

América Decide

Carteira Inteligente

CNN Líderes

Coronavírus: Fato x Ficção

Horário de Brasília

Na Palma da Mari

O Grande Debate

O Mundo Pós-Pandemia

O Que Eu Faço?

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.