Incêndio de grandes proporções atinge catedral em Nantes, na França


Da CNN
18 de julho de 2020 às 06:11 | Atualizado 18 de julho de 2020 às 14:13
Dezenas de bombeiros trabalharam para controlar o fogo na catedral de Nantes

Durante horas, dezenas de bombeiros trabalharam para controlar o fogo na catedral

Foto: Reprodução - 18.jul.2020 / Reuters

Um incêndio de grandes proporções foi registrado neste sábado (18) em uma catedral da cidade de Nantes, oeste da França, quebrando vitrais e destruindo o grande órgão localizado dentro da construção do século 15.

O procurador Pierre Sennes disse a jornalistas que três incêndios começaram no local, e as autoridades investigam a possibilidade de se tratar de um ato criminoso. 

Durante horas, dezenas de bombeiros trabalharam para controlar o fogo, e a fumaça continuava saindo da estrutura gótica. O incidente acontece um ano após um grande incêndio destruir parte da Catedral de Notre Dame, em Paris.

Assista e leia também:

Incêndio em prédio da saúde destrói 2 mil testes de coronavírus em Botucatu (SP)

Incêndio que destruiu Museu Nacional no RJ não foi criminoso, conclui PF

Incêndio atinge Museu de História Natural da UFMG

O chefe do Corpo de Bombeiros local, Laurent Ferlay, contou que 104 homens seguem trabalhando no local para garantir que as chamas permaneçam sob controle.

O fogo começou atrás do órgão, que acabou completamente destruído, segundo Ferlay. As janelas com vitrais na parte da frente da construção também se quebraram.

Contudo, os danos não são tão ruins quanto se esperava. “Não estamos em um cenário como na Notre Dame, em Paris. As chamas não chegaram no telhado”, afirmou Ferlay.

O presidente da França, Emmanuel Macron, demonstrou apoio aos bombeiros que contiveram as chamas. "Depois de Notre-Dame, a catedral São Pedro e São Paulo, no coração de Nantes, está em brasas. Todo o apoio aos nossos bombeiros que se arriscam para salvar esta gema gótica na cidade dos duques", escreveu no Twitter. 

Outros incêndios

Esta não é a primeira vez que a catedral sofre com um incêndio. O local foi parcialmente destruído durante a Segunda Guerra Mundial, em 1944, após bombardeios dos Aliados.

Em 1972, um incêndio devastou o telhado da construção, que levou 13 anos para ser reconstruído, com uma estrutura de concreto substituindo o antigo telhado de madeira. “O incêndio de 1972 está em nossas lembranças, mas neste ponto não se pode comparar”, afirmou a prefeita de Nantes, Johanna Rolland, a jornalistas.

Cecile Renaud, que trabalha em uma padaria em frente à catedral e alertou os bombeiros sobre o incêndio, contou à emissora BFM TV que viu chamas gigantes saindo da construção. “Foi um grande choque. É muito triste”, disse ela.

Em 2015, um incêndio aparentemente causado por um trabalho de renovação destruiu grande parte do telhado de outra igreja de Nantes, a Basílica de St. Donatian.

(Com informações da Reuters e da CNN Internacional)