Rússia planeja começar em outubro vacinação em massa contra Covid-19


Da CNN
01 de agosto de 2020 às 13:41 | Atualizado 01 de agosto de 2020 às 16:34

O ministério de Saúde da Rússia prepara uma campanha de vacinação em massa contra a Covid-19 a partir de outubro, quando os testes clínicos desenvolvidos pelo governo estiverem concluídos.

O ministro da Saúde Mikhail Murashko disse neste sábado (1) que o Instituto Gamaleya, um centro de pesquisas de Moscou, se prepara para fazer o registro da vacina, segundo a agência Interfax. Professores e profissionais de saúde seriam os primeiros a serem vacinados. 

Leia mais:
Rússia procurou SP para possível parceria na produção de vacina, diz governo
Mesmo sem concluir testes, Rússia planeja produzir vacinas a partir de setembro

"Planejamos vacinações em massa para outubro", disse o ministro. Uma fonte do governo russo disse que a base da vacina é um adenovírus, com partes do Sars-Cov2 para induzir a imunização.

A velocidade do desenvolvimento da vacina russa criou dúvidas, especialmente no Ocidente, se Moscou não está colocando padrões científicos e de segurança em risco para que a solução seja encontrada antes de outros países rivais. 

Nesta semana, o diretor do Fundo Soberano da Rússia, Kirill Dmitriev, comparou o sucesso numa vacina contra a Covid -19 ao lançamento do Sputnik, em uma comparação com a corrida espacial entre EUA e União Soviética, na Guerra Fria. 

A Rússia tem 14 mil mortes por Covid-19 e 845 mil casos. 

Mais de 100 vacinas contra a doença estão sendo desenvolvidas no mundo. Ao menos quatro delas estão na fase final de testes. Uma é britânica, a chamada vacina de Oxford, e as demais são chinesas, entre elas a Coronavac. Ambas estão sendo testadas no Brasil.

(Com informações da Reuters)