Pesquisas CNN: Biden possui vantagem de nove pontos sobre Trump nos EUA

Na corrida pela presidência americana, democrata sai na frente de acordo com análise das pesquisas recentes

Jennifer Agiesta e Devan Cole da CNN
17 de agosto de 2020 às 14:09 | Atualizado 17 de agosto de 2020 às 20:33
O candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden
Foto: Jonathan Ernst/Reuters (28.jul.2020)

O ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está na frente de Donald Trump na corrida pela presidência americana por uma margem de 9 pontos percentuais, de acordo com estatísticas da CNN lançadas nesta segunda-feira (17).

Biden, que deve aceitar a candidatura pelo Partido Democrata ainda essa semana, é apoiado por 51% dos eleitores em todo o país, enquanto 42% apoiam Trump.

A pesquisa The Poll of Polls (“As estatísticas das eleições”, em tradução livre), conduzida pela CNN americana, inclui seis das mais recentes pesquisas de intenção de votos, feitas via telefone. Apenas duas das seis pesquisas foram realizadas em sua integridade após o anúncio da escolha da companheira de chapa de Biden, a senadora Kamala Harris.

As pesquisas realizadas após a escolha histórica de Biden em ter Harris como sua vice-presidente em potencial foi bem recebida pelo público, em geral: 52% dos eleitores registrados na pesquisa da CNN acreditam ter sido uma escolha “excelente ou muito boa”, incluindo 82% dos que se declaram como democratas creem nessa afirmação.

Nas estatísticas dos veículos americanos Washington Post e ABC News, 54% dos americanos disseram que aprovavam a escolha de Harris por Biden, entre eles 86% dos democratas.

Leia também:
O que você deve acompanhar na primeira noite da convenção do Partido Democrata
Biden arrecada US$ 48 milhões em 48 horas após indicar Harris como vice
Kamala Harris injeta energia na campanha de Biden
Campanha de Trump planeja publicidade digital durante a convenção democrata

Mas enquanto os eleitores demonstram a aprovação de Harris, eles também estão demonstrando sinais de descontentamento com Trump. Resultados de pesquisas recentes mostram que os índices de aprovação do republicano estão pouco animadores com o início das convenções partidárias.

Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca
Foto: Kevin Lamarque - 10.ago.2020 Reuters

Na pesquisa da CNN, 42% dos americanos aprovam e 54% desaprovam o presidente. Enquanto isso, na pesquisa da parceria entre The Washington Post e ABC News, 44% dos eleitores cadastrados aprovam e 53% desaprovam. Em outra, da parceria entre The NBC News e Wall Street Journal, mostra 44% dos eleitores aprovando Trump, e 53% desaprovando. Finalmente, os registros da Fox News mostram um índice de 44% de aprovação e 54% de desaprovação.

Muitas estatísticas recentes mostraram níveis históricos de interesse e entusiasmo pela corrida presidencial. A pesquisa da CNN demonstrou -- pela primeira vez na história do veículo -- uma maioria dos eleitores dizendo que estão “extremamente entusiasmados” pela votação. A pesquisa NBC News/Wall Street Journal mostrou que o interesse de 79% dos eleitores cadastrados foi registrado entre 9 e 10, em uma escala de 10 pontos, mais alta que em votações anteriores.

A pesquisa da Fox News descobriu o novo pico de interesse nas eleições: 62% dos eleitores disseram que estão "extremamente interessados" nas eleições presidenciais.

A CNN The Poll of Polls é uma média entre as seis pesquisas mais recentes não-partidárias, feitas por questionários via telefone sobre a competição entre Biden e Trump nas eleições nas perspectivas de eleitores cadastrados. Ela inclui resultados da pesquisa Washington Post/ABC News conduzida entre os dias 12 e 15 de agosto, da pesquisa da CNN conduzida pela SSRS entre 12 e 15 de agosto, da pesquisa NBC News/Wall Street Journal conduzida entre 9 e 12 de agosto e a da Fox News, feita entre 9 e 12 de agosto. Também foram usados dados das pesquisas da Universidade de Monmouth, conduzidas entre 6 e 10 de agosto, e da parceria entre NPR/PBS News Hour/Marist, feita entre 3 e 11 de agosto. A Poll of The Polls não contabiliza uma margem de erro.