Milhares protestam na Argentina contra resposta do governo à pandemia

Pelo menos 25.000 pessoas marcharam na capital, Buenos Aires, segundo a polícia local. Atos também ocorreram em outras cidades

Hugo Correa, da CNN
18 de agosto de 2020 às 05:29 | Atualizado 18 de agosto de 2020 às 06:14
Protesto em Buenos Aires contra o governo Alberto Fernández (18.ago.2020)
Foto: Instagram/ Reprodução

Dezenas de milhares de manifestantes saíram às ruas na Argentina nesta segunda-feira (17) para protestar contra o governo do presidente Alberto Fernández.

Leia também:
Ex-oficial da CIA é preso sob acusação de vender informações ao governo chinês

Pelo menos 25.000 pessoas marcharam na capital, Buenos Aires, segundo a polícia local. Os manifestantes protestam contra as medidas tomadas pelo governo para conter a pandemia de Covid-19 e a crise econômica do país, bem como contra um projeto de reforma judicial lançado por Fernandez.

Protestos também foram registrados em outras cidades argentinas, incluindo Córdoba, Mar del Plata e Rosário.

Na segunda-feira, o Ministério da Saúde da Argentina relatou um total de 299.126 casos de coronavírus, incluindo 5.814 mortes.

Na sexta-feira, Fernandez anunciou que as medidas de quarentena permanecerão em vigor em todo o país até o final do mês.