Dezenas de pessoas podem estar presas sob escombros após desabamento na Índia

Estima-se que ao menos 60 pessoas ficaram sob prédio colapsado em província no leste do país

Manveena Suri, da CNN
24 de agosto de 2020 às 20:50
Operação de resgate busca sobreviventes após desabamento de prédio em estado no leste da Índia
Foto: AP (24.ago.2020)

Estima-se que ao menos 60 pessoas estejam presas nos escombros e 18 tenham se ferido após o colapso de um prédio no estado de Maharashtra, no leste da Índia. 

Os números são baseados em relatórios preliminares, de acordo com Anupam Srivastava, chefe da Força Nacional de Resposta a Desastres (NDRF, na sigla em inglês) no estado.

Três equipes da NDRF estão a caminho da cidade de Pune a Mahad, no distrito de Raigaid, onde o prédio de cinco andares desabou, disse Srivastava à CNN

Os times devem chegar ao local nas primeiras horas desta terça-feira (25), no horário local, quando terão "uma ideia melhor da situação", acrescentou.

Leia também:

Enchentes na Índia e no Nepal deixam 4 milhões de pessoas fora de casa

Avião se parte em dois durante pouso na Índia e deixa ao menos 18 mortos

Após o acidente, o perfil do Twitter do gabinete do ministro-chefe de Maharashtra, Uddhav Balasaheb Thackeray, publicou que ele se encontrou com autoridades locais e lhes assegurou todo o apoio para um rápido resgate. 

Por séculos, a agricultura no sul asiático depende das monções anuais, que duram de meados de junho até setembro. Mas as chuvas intensas e enchentes também causam devastação e bilhões de dólares em danos e perdas econômicas em todo a região todos os anos. 

O estado do sudoeste de Kerala sofreu com as condições climáticas desta temporada. Ao menos 43 pessoas, incluindo três crianças, morreram mais cedo neste mês após chuvas torrenciais causarem um deslizamento de terra.

Chuvas de monções têm gerado enchentes fatais nos estados ao leste da Índia, como Assam e Bihar, desde maio, afetando 2,4 milhões de pessoas e alagando uma grande porção de um parque nacional, o que matou mais de 100 animais silvestres, incluindo uma dúzia de rinocerontes.

Na região, o Nepal também sofreu com deslizamentos e enchentes severas, enquanto um terço de Bangladesh, e a quinta parte de sua população de 161 milhões de pessoas, foram afetados pelas condições climáticas.

(Texto traduzido, leia o original em inglês).