Tartaruga foge de casa e é encontrada 74 dias depois na mesma região onde mora

Dona do animal não sabe como ele fugiu, mas pensa em colocar um GPS nele

David Williams, da CNN
24 de agosto de 2020 às 12:38
Tartaruga que fugiu de casa nos EUA
Dona do animal contou que, ao chegar em casa, deu à tartaruga um grande pote com os alimentos favoritos do pet
Foto: Lynn M. Cole

A tartaruga Solomon viveu uma verdadeira aventura, apesar de não ter ido longe de casa. O animal – uma tartaruga-de-esporas-africana de 15 anos – de 68 kg conseguiu escapar da casa onde vive em Ashland City, no estado norte-americano no Tennessee, no dia 8 de junho e caminhou pela região durante 74 dias, disse a dona Lynn Cole à CNN.

Ela tem o animal desde que ele tinha o tamanho de uma bola de pingue-pongue. Hoje, a tartaruga tem 92 centímetros e continua crescendo. A espécie pode viver mais de 100 anos.

Cole espalhou cartazes pela cidade, distribuiu centenas de panfletos e divulgou fotos nas redes sociais na esperança de que alguém pudesse encontrar o pet. Ela foi a zoológicos e grupos de resgate de animais na região de Nashville, mas não teve sorte em reencontrar o animal.

Assista e leia também:
Filhotes de tartaruga em extinção nascem e são soltos no mar na Bahia
Homem corre nu atrás de javali que 'roubou' sua bolsa em parque na Alemanha
Grande urso preto ‘relaxa’ e cochila em piscina de casa nos EUA; veja vídeo

Tartarugas-de-esporas-africana são encontradas no norte da África e no sul do Deserto do Saara. Solomon tem uma casinha aquecida onde mora, e Cole estava preocupada que ele não fosse sobreviver quando esfriasse.

Na quinta-feira (20), ela recebeu uma ligação de um homem que disse ter visto Solomon em um local em construção bem perto da casa dela. Cole e o marido correram para o local.

Solomon estava cansado, faminto e endurecido de lama, mas parecia estar em boas condições de saúde após a aventura. Ele é vegetariano e conseguiu se alimentar de grama, dentes de leão e flores que encontrou pelo caminho.

Cole disse que iria levar o animal nesta segunda (24) ao veterinário para ter certeza de que está tudo bem com ele.

Ela contou que, ao chegar em casa, deu à tartaruga um grande pote com os alimentos favoritos do pet, incluindo couve, brócolis e melancia, além de bananas e cenouras.

Cole disse que não sabe como Solomon fugiu, mas reforçou a área onde fica o animal para evitar que isso aconteça novamente. Além disso, ela está conversando com o zoológico da cidade e com um grupo de resgate de animais sobre a possibilidade de colocar um GPS em Solomon, caso ele fuja de novo.

(Texto traduzido, clique aqui e leia o original em inglês)