Embaixador chinês na ONU chama resposta dos EUA à Covid-19 de 'fracasso total'

Declaração vem depois do discurso de Trump na Assembleia da ONU, na qual americano pediu que China seja responsabilizada pela disseminação do novo coronavírus

Laura Dolan, da CNN
23 de setembro de 2020 às 03:36 | Atualizado 23 de setembro de 2020 às 03:36
Funcionário de hospital no Brooklyn transportam corpos de mortos por coronavírus
Funcionários de hospital no Brooklyn, em Nova York, transportam corpos de pessoas mortas pelo novo coronavírus
Foto: Andrew Kelly - 4.abr.2020/ Reuters


O embaixador da China na Organização das Nações Unidas (ONU) atacou os Estados Unidos nesta terça-feira (23), chamando o tratamento do país à pandemia do novo coronavírus de "um fracasso total".

Em uma entrevista coletiva realizada na Missão Chinesa em Nova York, Zhang Jun disse: "se temos que responsabilizar alguém, devem ser os Estados Unidos responsabilizados por perder tantas vidas com seu comportamento irresponsável."

Ele também defendeu a resposta de seu próprio país à crise, que ele diz estar agora sob controle após "grande esforço e enorme sacrifício".

A entrevista coletiva foi realizada exclusivamente em resposta ao ataque do presidente dos EUA, Donald Trump, à China na Assembleia Geral da ONU (AGNU) na terça-feira.

Durante seu discurso pré-gravado para a AGNU, Trump disse que as Nações Unidas devem responsabilizar a China por suas ações. Ele acusou o país de espalhar o vírus e declarar falsamente que não havia evidências de transmissão de pessoa para pessoa.

Leia também:
Novo coronavírus: seis coisas que sabemos após seis meses de pandemia

Confira o status de desenvolvimento das principais vacinas contra a Covid-19

Zhang chamou as acusações de Trump de mentiras.

“Deixe-me deixar bem claro que mentiras são mentiras - embora mentiras possam ser repetidas mil vezes, elas permanecem mentiras”, disse Zhang, acrescentando que as tentativas de transferir a culpa não ajudariam os EUA a resolver seus próprios problemas.

“É realmente hora de alguns políticos dos EUA acordarem de suas ilusões ou ficções autocriadas, em vez de seguirem na direção errada. Eles podem desejar ser ótimos, mas para serem ótimos você precisa se comportar como um líder ”, disse Zhang.

O embaixador também criticou o sistema de saúde dos Estados Unidos, dizendo: "Este é o país com o sistema médico mais avançado com a tecnologia médica mais avançada, mas ainda assim eles estão em primeiro lugar em casos confirmados e vidas perdidas."

O embaixador Zhang disse que a China exercerá seu direito de resposta de acordo com as regras da Assembleia Geral, o que significa que um delegado da China se dirigirá à sessão em algum momento desta semana para responder oficialmente ao discurso de Trump.