Infestação de gafanhotos devora plantações na Etiópia, e ONU envia socorro

Enxame de 1 km² do inseto é capaz de comer a mesma quantidade de alimentos que 35 mil pessoas consomem

Da CNN, em São Paulo
20 de outubro de 2020 às 16:16 | Atualizado 20 de outubro de 2020 às 16:17

Uma invasão de gafanhotos em terras agrícolas ameaça colheitas na Etiópia e coloca o abastecimento de alimentos de milhares de pessoas em risco. Desde janeiro deste ano, cerca de 200 mil hectares foram devastados. 

Em um único dia, um enxame de 1 km² do inseto é capaz de comer a mesma quantidade de alimentos que 35 mil pessoas consomem.

Assista e leia também:

Nuvem de gafanhotos é um fenômeno comum? Especialistas explicam

Onda de frio paralisa nuvem de gafanhotos e facilita combate na Argentina

Invasão de gafanhotos ameaça colheitas na Etiópia
Foto: Reprodução/CNN (20.out.2020)

A infestação, que deve continuar até o próximo ano, foi intensificada pelas fortes chuvas e inundações. 

Além disso, a pandemia do novo coronavírus interrompeu a distribuição de pesticidas e equipamentos necessários para combater os enxames. 

A Organização das Nações Unidas (ONU) vai mandar um avião e um helicóptero para ajudar a conter as invasões de gafanhotos.

(Edição: Sinara Peixoto)