Covid-19: China registra maior nº de casos assintomáticos em quase 7 meses

Registros são divulgados após uma infecção em massa de origem desconhecida na região noroeste de Xinjiang

Por Andrea Shalal e Ernest Scheyder, da Reuters
26 de outubro de 2020 às 00:56
Policiais controlam entrada de estudantes em colégio de Yantai, Província de Shandong, no leste da China
Foto: China Daily - 08.mai.2020/Reuters


A China registrou o maior número de casos de Covid-19 assintomáticos em quase sete meses, após uma infecção em massa de origem desconhecida na região noroeste de Xinjiang.

As autoridades de saúde da região encontraram 137 casos assintomáticos no domingo em meio a um teste para 4,75 milhões de pessoas na área de Kashgar, causado por uma infecção assintomática em uma trabalhadora de uma fábrica de roupas de 17 anos relatada no sábado. Não ficou claro como ela foi infectada, embora todos os novos casos estivessem ligados à fábrica de roupas.

Leia também:
Europa vive semana de recordes de novas infecções da Covid-19

O caso da mulher foi descoberto durante testes de rotina, mas não ficou claro por que ela foi submetida a tais testes, informou a mídia chinesa citando autoridades de saúde.

O trabalho de rastreamento de contatos para localizar a origem do surto está em andamento, afirmam os relatórios.

Um total de 20 novos casos confirmados e 161 novos assintomáticos foram relatados no continente em 25 de outubro, disse a Comissão Nacional de Saúde da China em um comunicado.

O número de novas infecções assintomáticas foi o maior desde que a China começou a publicar contagens diárias a partir das relatadas em 31 de março.

Mais de 2,84 milhões de pessoas na área de Kashgar já haviam feito o teste para COVID-19 na tarde de domingo e o restante deve ser concluído na terça-feira. A escala e a velocidade dos testes estão de acordo com as observadas durante outros surtos, incluindo o mais recente em Qingdao no início deste mês.

Embora o número de novos casos de Covid19 tenha diminuído drasticamente na China continental em relação aos picos observados em fevereiro, Pequim está desconfiada de outra onda de infecções e mantém a capacidade de testes rápidos e em massa.

O número total de casos confirmados de Covid-19 na China continental até o momento é de 85.810, enquanto o número de mortos permaneceu inalterado em 4.634.