Itália registra maior número de mortes por Covid-19 desde 15 de maio

Ministério da Saúde contabilizou 221 mortes causadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas; pela 2ª vez país teve também mais de 20 mil casos da doença

Henrique Andrade*, da CNN, em São Paulo
27 de outubro de 2020 às 15:55
Turistas tiram foto em Veneza após primeira onda de casos de Covid-19 na Itália; país passa por novo pico da doença
Foto: Manuel Silvestri - 24.mai.2020/ Reuters

A Itália registrou nesta terça-feira (27) 221 mortes causadas pelo novo coronavírus, de acordo com dados do Ministério da Saúde do país.

Este foi o maior número de mortes no país desde 15 de maio, quando foram contabilizadas 242 vítimas da doença durante o pico inicial da pandemia no continente europeu.

Além disso, a Itália bateu recorde de casos diários de Covid-19, com 21.994 novas infecções em todo seu território. 

Assista e leia também:
Itália registra protestos contra novas medidas de quarentena no país
2ª onda de Covid-19 se agrava e ao menos três países europeus ampliam restrições
Com segunda onda de casos de Covid-19, Europa pode repetir o pico de mortes?

Foi apenas a segunda vez que o país superou 20 mil casos diários desde o início da pandemia – a outra foi no domingo (25), o que evidencia a escalada de transmissão na segunda onda da doença na Itália.

Na primeira onda do vírus no país, entre março e abril, o número de casos diários nunca superou a marca dos 7 mil. Já nos últimos sete dias, a média ficou acima de 18 mil casos.

Com as atualizações desta terça (27), o país totaliza 564.778 casos do novo coronavírus e 37.700 mortes por Covid-19.

(Sob supervisão de Evelyne Lorenzetti)