Trump diz que eleição está ‘longe do fim’ e promete processo judicial na segunda

Em nota, o atual presidente disse ainda que Biden está 'se apressando para ser declarado o falso vencedor'

Betsy Klein, da CNN
07 de novembro de 2020 às 14:19 | Atualizado 07 de novembro de 2020 às 15:06

Pouco após os veículos de comunicação, incluindo a CNN, anunciarem a vitória de Joe Biden nas eleições dos Estados Unidos, o presidente Donald Trump afirmou, por meio de um comunicado de sua equipe de campanha, que Biden está “se apressando para ser declarado o falso vencedor”. Em nota, a equipe de campanha diz ainda que a corrida eleitoral está “longe do fim”.

“Todos nós sabemos porque Joe Biden está se apressando em fingir que é o vencedor e porque seus aliados da mídia estão se esforçando tanto para ajudá-lo. Eles não querem que a verdade seja exposta. O simples fato é que esta eleição está longe de terminar. Joe Biden não foi certificado como vencedor de nenhum estado, muito menos de estados altamente contestado para recontagens ou estado onde nossa campanha tem desafios legais válidos e legítimos que poderiam determinar o vencedor final”, diz a mensagem. 

O comunicado diz também que uma batalha jurídica pela presidência começará na semana que vem. “A partir de segunda-feira (9), nossa campanha dará início ao processo judicial no tribunal competente, para garantir que as leis eleitorais sejam totalmente cumpridas e o legítimo vencedor seja reconhecido”, diz o documento.

"Não vou descansar até que o povo americano tenha a contagem de votos honesta que merece e que a democracia exige", disse Trump no comunicado. Nesse momento, Trump está em seu campo de golfe na Virgínia.

Nota de Donald Trump
Nota de Donald Trump após anúncio de Joe Biden como 46º presidente
Foto: Reprodução / CNN
 
Texto traduzido. Leia o original, em inglês, no site da CNN.