Manifestantes vão às ruas em Lima, no Peru, contra posse do novo presidente

Congresso destituiu presidente Martín Vizcarra do cargo

Da CNN, em São Paulo
10 de novembro de 2020 às 16:29

 

Manifestantes foram às ruas em Lima, no Peru, nesta terça-feira (10), em protesto contra a posse do presidente do Congresso, Manuel Merino, que assumiu o executivo do país no lugar de Martín Vizcarra.

Acusado de receber propinas quando ainda era governador, Vizcarra sofreu um impeachment na segunda-feira (9). O Legislativo peruano, de maioria oposicionista, ultrapassou os 87 votos necessários, em um total de 130, para cassar o mandato do presidente. 

Assista e leia também:

Congresso do Peru aprova impeachment contra presidente Martín Vizcarra

Merino fica no cargo até o final de julho de 2021, quando termina o atual mandato presidencial. Ele pediu calma ao povo peruano, e garantiu que as próximas eleições vão ocorrer conforme planejado em abril do ano que vem.

O presidente agora cassado nega as acusações, que ele chama de "infundadas" ou "falsas". Vizcarra afirmou que o país poderia sofrer "consequências imprevisíveis" caso o processo fosse levado adiante apenas meses antes da próxima eleição presidencial, marcada para o dia 11 de abril.

A aprovação do processo de impeachment ameaça envolver o segundo maior produtor mundial de cobre em turbulência política. O Peru busca se recuperar de uma situação de recessão econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus.

(Com Reuters. Edição: Sinara Peixoto)