Peru troca de presidente quatro vezes, mas crise parece longe do fim

Da CNN, em São Paulo
19 de novembro de 2020 às 05:30

Em menos de quinze dias, o Peru teve dois presidentes diferentes e passou um dia com a cadeira vazia. Na terça, 17 de novembro, o congressista Francisco Sagasti assumiu a presidência do país, após a renúncia relâmpago de Manuel Merino, tornando-se então o quarto presidente a assumir um mesmo mandato.

Durante o breve mandato de Merino, que durou apenas cinco dias, a repressão brutal aos protestos pacíficos acabou com a morte de dois jovens manifestantes e dezenas de feridos –incluindo jornalistas que cobriam os atos. Tudo isso no país que tem a maior taxa de mortos por habitantes de Covid-19 da América Latina e uma das maiores do mundo.

Neste episódio do E Tem Mais, Monalisa Perrone conversa sobre as raízes da crise de representatividade e social no país vizinho com Paulo Velasco, professor de política internacional da Uerj, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, e doutor em ciência política.

Leia e assista também:

Congresso peruano elege Francisco Sagasti para assumir presidência interina

Presidente interino do Peru, Manuel Merino renuncia após série de protestos

Protesto no Peru deixa mortos e presidente interino sofre pressão para renunciar

 

Podcast E Tem Mais, com Monalisa Perrone
O podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã
Foto: CNN Brasil

(Edição: Amauri Arrais)