No G20, Trump defende expansão de uso de petróleo e gás nos EUA


Luiz Raatz, da CNN, em São Paulo
22 de novembro de 2020 às 10:17 | Atualizado 22 de novembro de 2020 às 10:24


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu em seu discurso na cúpula virtual do G20 comandada pela Arábia Saudita, suas políticas de desregulamentação para a produção de energia no país. 

"Os EUA são o maior produtor de petróleo e gás no mundo e nossas empresas desenvolveram tecnologias que avançam muito e oferecem energia mais barata aos nossos cidadãos", disse o presidente. "Estamos provando que podemos proteger os nossos trabalhadores e preservar o ambiente sem a necessidade de acordos multilaterais com medidas extremas."

Leia mais:
Diretor-geral da OMS pede a líderes do G20 que aloquem vacinas de forma justa
Defendemos a liberdade de cada um para decidir se toma vacina, diz Bolsonaro

No começo do mandato, Trump decidiu abandonar o Acordo do Clima de Paris, de 2015, que limitava as emissões de carbono com base em combustíveis fósseis no país. O presidente eleito, Joe Biden, defende o retorno ao pacto e uma transição a uma matriz energética limpa.

"Precisamos manter a majestade da criação e promover acesso à energia limpa e oferecendo prosperidade às nações de todo o mundo", concluiu. 

A cúpula do G20 deste ano tem como um dos temas a sustentabilidade.