Dono de restaurante fica chocado com gorjeta equivalente a R$ 16 mil nos EUA

A surpresa chegou em um momento em que o dono do restaurante decidiu, voluntariamente, fechar o local em função do aumento nos casos de Covid-19 no estado

Lauren M. Johnson, da CNN
26 de novembro de 2020 às 20:27 | Atualizado 26 de novembro de 2020 às 20:33
Foto: Reprodução/ Arquivo pessoal

Um restaurante de Cleveland, nos Estados Unidos, recebeu uma surpresa nos últimos dias, quando, voluntariamente, deciciu fechar o local por mais um período devido ao aumento no número de casos de Covid-19 no estado de Ohio.

Brendon Ring, dono do estabelecimento, disse à CNN que estava almoçando quando um cliente, que eventualmente frequenta o local, pagou a conta com um cheque que incluía uma gorjeta de US$ 3.000 [o equivalente a cerca de R$ 16 mil].

"A Covid está tão fora de controle em Ohio que decidi fechar, voluntariamente, até janeiro", disse Ring.

"Ficamos meio ocupados, no domingo, com muitos dos nossos clientes habituais, já que era nosso último dia. Esse cara entrou, foi até o bar, pediu um copo de cerveja, tomou alguns goles e perguntou ao gerente: 'Posso pegar meu cheque?'"

Assista e leia também

Júpiter e Saturno terão encontro mais próximo desde 1623

Na Irlanda, Papai Noel é trabalhador essencial e poderá transitar pelas casas

O cliente, que pediu anonimato, entregou o cheque ao dono do restaurante e pediu que ele compartilhasse o valor com os garçons.

"Ele disse: 'boa sorte para vocês, e nos veremos vocês quando reabrirem'", conta Ring.

Quando Ring olhou para o cheque pela primeira vez, pensou que era uma gorjeta de US$ 300, mas depois de colocar os óculos percebeu que havia mais um zero. Era uma gorjeta de US$ 3.000 para uma conta de US$ 7.

O dono do estabelecimento correu atrás do cliente para se certificar de que ele não havia cometido um erro.

"Ele disse: 'não, era isso que eu pretendia. Compartilhe com a equipe, boa sorte para vocês, feliz Natal, e nos vemos quando vocês voltarem'".

Ring disse que o cliente é conhecido como um brincalhão pela equipe que trabalha no local, então, quando compartilhou a notícia com uma das garçonetes, ela pensou que ele tinha pregado uma peça.

"Ela disse: 'sim, certo, você fez isso'. A outra funcionária a quem mostrei o cheque começou a chorar. Ela sabia que era legítimo", disse Ring.

Havia quatro funcionários trabalhando no domingo, e cada um deles recebeu US$ 750 da gorjeta.

Ring, que é irlandês, disse que até a irmã, que ainda mora em seu país de origem, viu a história no jornal.

"Estamos todos tão desesperados por notícias edificantes. Se este fosse um ano normal, sim, seria uma boa história, mas é uma ótima história por causa do momento em que estamos", disse o dono do restaurante.

"A demonstração de amor por esta história foi universal", concluiu Ring.

Foto: Reprodução/ Arquivo pessoal


 (Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)