Demitido após 20 anos, professor dos EUA ganha US$ 250 mil na loteria

O professor da pré-escola na cidade de Charlotte, Carolina do Norte, EUA, Joe Camp foi dispensado em setembro em meio à pandemia do novo coronavírus

Por Alaa Elassar, CNN
26 de dezembro de 2020 às 11:46 | Atualizado 26 de dezembro de 2020 às 11:58
Poupança de notas
Foto: Jason Leung / Unsplash

Depois de trabalhar por duas décadas como professor de pré-escola na cidade de Charlotte, Carolina do Norte, EUA, Joe Camp foi dispensado em setembro em meio à pandemia do novo coronavírus. Um mês depois, ele perdeu o pai.

“Eu fiquei numa situação difícil”, contou Camp em um comunicado da NC Lottery. “Mas tenho muitos amigos e familiares que me disseram para continuar persistindo, acreditando em mim mesmo”.

Leia também:
Cientistas britânicos testam medicamento para prevenir infecção por coronavírus
França e Irlanda confirmam primeiros casos de variante da Covid-19
Países europeus recebem vacina contra Covid-19; imunização começa domingo (27)

E justamente quando o professor demitido pensou que a vida não poderia ficar pior, ele ganhou na loteria.

“Na quinta-feira (24) de manhã, fui à loja de conveniência do posto de combustível e comprei um bilhete do tipo raspadinha, como costumo fazer”, disse Camp. "Comprei dois bilhetes. Não ganhei no primeiro, daí parti para o segundo e o arranhei. Caí de joelhos bem ao lado da bomba de gasolina”. 

Camp, que é pai e avô, ganhou um bilhete de US$ 250 mil (cerca de R$ 1,3 milhão) chamado Gold Rush (“Corrida do Ouro”).  Agora, o professor quer economizar para a educação de sua filha e comprar uma nova casa que planeja deixar de herança para a família.

Destaques do CNN Brasil Business:
Pandemia mudou para sempre modo de trabalhar; saiba o que deve continuar valendo
Veja quem fez fortuna e entrou para o ranking de bilionários em 2020

“O que quero fazer com meu prêmio é dar um futuro para minha filha”, contou. “Eu quero ter algo para nós. Nunca tive nada. Ninguém deixou nada para mim, e é isso que eu quero fazer para eles”.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).