Justiça da Rússia determinou prisão de 30 dias para Navalny, diz porta-voz

As Nações Unidas e as nações ocidentais disseram à Rússia para libertar imediatamente o político da oposição. Alguns países pediram novas sanções

Da Reuters
18 de janeiro de 2021 às 15:14 | Atualizado 18 de janeiro de 2021 às 23:30


 

Um juiz russo determinou, nesta segunda-feira (18), que o crítico do Kremlin Alexei Navalny deverá ser mantido sob custódia por 30 dias, até 15 de fevereiro, disse sua porta-voz.

"O tribunal prendeu Navalny por 30 dias. Até 15 de fevereiro", escreveu Kira Yarmysh, sua porta-voz, no Twitter.

Navalny foi detido em um aeroporto de Moscou no domingo depois de voar para casa pela primeira vez desde que foi envenenado no verão passado. 

As Nações Unidas e as nações ocidentais disseram à Rússia para libertar imediatamente o político da oposição. Alguns países pediram novas sanções.

Opositor russo Alexei Navalny chegou ao aeroporto de Moscou neste domingo (17), onde foi detido

Foto: REUTERS/Polina Ivanova (17/1/2021)