Com Obama, Clinton e Bush, Biden homenageia mortos de guerra em cerimônia

Evento faz parte da programação do Dia de Posse

Da CNN, em São Paulo
20 de janeiro de 2021 às 17:00 | Atualizado 20 de janeiro de 2021 às 17:59


 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cumpriu ao lado da primeira-dama Jill Biden mais uma formalidade tradicional das cerimônias de posse no país.

O casal Biden foi ao Cemitério Nacional de Arlington na tarde desta quarta-feira (20) para deixar uma coroa de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido.

O novo presidente convocou seus antecessores a comparecem. Joe Biden estava acompanhado da vice-presidente Kamala Harris e o marido, Doug Emhoff, dos ex-presidentes Barack Obama, Bill Clinton e George W. Bush e das ex-primeiras-damas Michelle Obama, Hillary Clinton e Laura Bush.

Na frente, o presidente dos EUA, Joe Biden, e a vice, Kamala Harris; atrás, os ex-presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton, ao lado das esposas

Foto: Reprodução (20.jan.2021)

Mais antigo ex-presidente vivo, Jimmy Carter não compareceu em função da idade, 96 anos, que o coloca em grupo de alto risco para a Covid-19. Donald Trump, assim como em relação a todos os eventos da posse, recusou o convite.

Trump viajou na manhã desta quarta para a Flórida, onde deve passar a viver, junto com a ex-primeira-dama Melania Trump.

O Túmulo do Soldado Desconhecido homenageia os mortos durante as guerras. Lá estão enterrados soldados que morreram durante as duas Guerras Mundiais e a Guerra da Coreia e nunca foram identificados. A coroa de flores simboliza uma homenagem prestada a todos os soldados que morreram em nome do país.

Joe Biden e a primeira-dama Jill Biden foram ao Cemitério Nacional de Arlington para uma deixar uma coroa de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido. 

Publicado por Guilherme Venaglia