EUA: Cachorra de 8 anos herda fundo de US$ 5 milhões

Lulu, uma border collie de Nashville, no Tennessee, foi beneficiada pelo testamento de seu antigo dono, Bill Dorris, que morreu no ano passado

Cole Higgins, da CNN
14 de fevereiro de 2021 às 09:29 | Atualizado 14 de fevereiro de 2021 às 09:31
Lulu, uma border collie de 8 anos, herdou fundo de US$ 5 milhões para os seus cu
Lulu, uma border collie de 8 anos, herdou fundo de US$ 5 milhões para os seus cuidados
Foto: WTVF

Lulu, uma cadela de Nashville, nos EUA, recentemente se tornou milionária. Isso mesmo, milionária. "Ela é uma boa menina", disse Martha Burton, atual cuidadora de Lulu, à WTVF, afiliada da CNN.

Lulu está sob o olhar atento de Burton, de 88 anos, há bastante tempo. Ela diz que cuidava da cachorra durante as viagens frequentes do dono de Lulu. "Bem, ele sempre deixava a cachorra para eu cuidar", disse.

O proprietário de Lulu, Bill Dorris, de 83 anos, era amigo de Burton. Ele era um empresário solteiro e bem-sucedido. 

Dorris morreu no ano passado e deixou US$ 5 milhões (equivalente a R$ 26,8 milhões) para os cuidados de seu amado animal de estimação. “Eu realmente não sei o que pensar sobre isso para dizer a verdade. Ele simplesmente amava o cachorro”, disse Burton.

O testamento de Dorris foi bem específico: "Este fundo deve prover todas as necessidades de Lulu. A cachorra permanecerá na posse de Martha Burton."

De acordo com a WTVF, o espólio está atualmente em homologação e ainda não está claro quanto vale. O testamento afirma, no entanto, que Burton será reembolsada pelas despesas mensais ??para cuidar de Lulu.

Não está claro o que acontecerá com o dinheiro restante no fundo quando Lulu, de 8 anos, morrer.

Burton sabe que não há como ela gastar US$ 5 milhões com a cadela. Nem mesmo um suprimento vitalício de guloseimas e brinquedos para Lulu poderia acabar com a incrível herança.

Desde a morte de seu dono, em 2020, Lulu é cuidada por Martha Burton, de 88 anos
Desde a morte de seu dono, em 2020, Lulu é cuidada por Martha Burton, de 88 anos
Foto: WTVF

Ela disse com um sorriso: "Bem, eu gostaria de tentar."

O falecido proprietário de Lulu, Dorris, tinha um terreno ao longo da Rodovia Interestadual 65 (I-65) que é o local de uma estátua controversa de Nathan Bedford Forrest, general confederado e um dos primeiros líderes da Ku Klux Klan.

A estátua de Forrest é amplamente visível por quem passa na I-65. De acordo com a afiliada da CNN, a estátua polêmica foi vandalizada várias vezes ao longo dos anos. Tinta rosa foi jogada nela em 2017 e a palavra "monstro" foi pintada na figura em outubro do ano passado. Dorris nunca limpou nada disso.

O Departamento de Transporte do Tennessee negou pedidos anteriores para bloquear a visão da estátua, cujo futuro também será determinado no tribunal de sucessões.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)