Vulcão Etna, mais ativo da Europa, entra em erupção na Itália

Na imagem, é possível ver uma longa e impressionante coluna de fumaça sendo lançada do vulcão, que chegou a um quilômetro de altura

Liga Tuon, da CNN
16 de fevereiro de 2021 às 18:53 | Atualizado 18 de fevereiro de 2021 às 20:13

"Quem não viu, ouviu", disse o jornal italiano La Repubblica em matéria desta terça-feira (16) sobre os grandes estrondos vindos da erupção do vulcão Etna, o mais ativo da Europa. 

Uma forte atividade explosiva vinda do Etna, na Sicília, região sul da Itália, começou a ser registrada às 16h10 (horário local, 12h10, no de Brasília) e, até o fim da tarde desta terça, ainda não havia diminuído. 

Vulcão Etna entra em erupção na Itália
Foto: Reprodução / CNN

Na imagem, é possível ver uma longa e impressionante coluna de fumaça sendo lançada do vulcão, que chegou a um quilômetro de altura, segundo a publicação. As cinzas fizeram com que o aeroporto internacional de Catânia, a cerca de 60 quilômetros do local, suspendesse suas operações.

O prefeito de Catânia também emitiu um comunicado proibindo a circulação de veículos de duas rodas em todas as ruas da cidade. Para carros e demais veículos, a velocidade máxima foi fixada em 30 km/h.

As explosões foram provocadas pela cratera Sudeste, de acordo com o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia.

Essa é a terceira vez que o Etna entra em erupção em pouco tempo. Também houve atividade em janeiro e em dezembro do ano passado. Em nenhuma das vezes houve registro de feridos.