Miami Beach declara estado de emergência e decreta toque de recolher

Objetivo da medida é conter a violência entre turistas registrada nos últimos dias, de acordo com o prefeito Dan Gelber; dezenas de pessoas foram presas

Melissa Alonso e Theresa Waldrop, da CNN
21 de março de 2021 às 08:08 | Atualizado 22 de março de 2021 às 19:43
Polícia controla movimentação após Miami Beach impor toque de recolher
Polícia de Miami Beach controla movimentação após prefeito impor toque de recolher
Foto: Reuters

Dan Gelber, prefeito de Miami Beach, na Flórida, declarou estado de emergência e estabeleceu um toque de recolher no sábado (20) em um esforço para controlar hordas de turistas que "invadiram a cidade e se tornaram indisciplinados nos últimos dias".

"Muitos estão vindo, na verdade, sem a intenção de seguir as regras, e o resultado tem sido um nível de caos e desordem que é mais do que podemos suportar", disse Gelber à CNN.

A polícia de Miami Beach disse no início do domingo (21) que prendeu "pelo menos uma dúzia" de pessoas após o início do toque de recolher.

"Os policiais começaram a dispersar a multidão às 20h e, finalmente, alcançaram um nível satisfatório de conformidade", disse o porta-voz da polícia Ernesto Rodriguez.

O toque de recolher a partir das 20h e o fechamento de estradas no distrito de entretenimento da cidade vigorarão pelas próximas 72 horas, disse Gelber, no sábado.

As calçadas do continente para Miami Beach serão fechadas para quem não for morador da região a partir das 21h pelas próximas noites, disse Gelber.

“[À noite], parece um show de rock, pessoas de ponta a ponta por muitos quarteirões", disse Gelber.

Na sexta-feira à noite, alguém atirou no ar e houve um tumulto, disse ele. "Aconteceram outras coisas que são igualmente desafiadoras, parece uma fogueira, parece que qualquer fósforo poderia detoná-la", disse o prefeito.

A situação piorou a cada dia, alegou Gelber, e a pandemia "torna as coisas ainda mais desafiadoras".

O Clevelander South Beach, um dos hotéis mais icônicos de Miami Beach, anunciou na sexta-feira (19) que interromperá temporariamente suas vendas de alimentos e bebidas devido a preocupações com a segurança de seus funcionários e clientes.

Clevelander South Beach, um dos hotéis mais icônicos de Miami Beach, interrompeu a vendas de alimentos e bebidas por falta de segurança
Foto: Reprodução/Clevelander/Facebook

"Recentemente, tem crescido nossa preocupação com a segurança de nossos funcionários e clientes e com a capacidade da cidade de manter um ambiente seguro na área ao redor", disse o hotel em mensagem em seu site e nas redes sociais.

"Portanto, tomamos a difícil decisão de fechar temporariamente as operações de alimentos e bebidas" até pelo menos 24 de março, disse a administração do hotel.

A polícia de Miami Beach aumentou o quadro de funcionários em 3 de fevereiro "para cobrir o fim de semana do Super Bowl, o fim de semana do Dia do Presidente, e então passou direto para o pessoal das férias de primavera", disse Ernesto Rodriguez, porta-voz do Departamento de Polícia de Miami Beach (MBPD), na semana passada.

Jovens que curtiam o spring break em Miami Beach, na Flórida, sobem em carros
Jovens que curtiam o spring break em Miami Beach, na Flórida, sobem em carros
Jovens que curtiam o spring break em Miami Beach, na Flórida, sobem em carrosCrédito: Joe Raedle / Getty Images
  • Jovens que curtiam o spring break em Miami Beach, na Flórida, sobem em carros
  • Policiais de Miami Beach tentam dispersar pessoas que comemoravam o spring break
  • Homem é preso durante o spring break em Miami Beach, na Flórida
  • Mulheres se divertem durante spring break em Miami Beach, na Flórida
  • Multidão se aglomera durante o spring break em Miami Beach, na Flórida
  • Mulheres dançam durante o spring break em Miami Beach, na Flórida

 

Desde 3 de fevereiro, os policiais fizeram mais de 900 prisões na cidade, "mais de 300 delas por crimes dolosos", disse. "Pelo menos 50% dos presos residem fora da Flórida."

Rodriguez disse à CNN no sábado que "pelo menos duas dúzias de prisões foram feitas na quinta-feira (18), e na sexta-feira (19), [foi] pelo menos uma dúzia".

A polícia de Miami-Dade tem ajudado a polícia de Miami Beach desde terça-feira por causa da multidão, disse Rodriguez.

Policiais da Patrulha Rodoviária da Flórida também ajudaram no controle de tráfego nas calçadas e pontes que conectam a ilha ao continente, disse o MBPD em um tuíte na sexta-feira.

Outras agências que auxiliam nos esforços de segurança incluem o Departamento de Polícia de Coral Gables e o Departamento de Correções de Miami Dade, de acordo com Rodriguez.

"Se você está vindo aqui porque está reprimido e quer se soltar, acha que vale tudo, por favor, não venha", disse Gelber à CNN. "Temos policiais extras em todos os lugares, vamos prender pessoas e temos feito isso. Vamos manter a ordem."

"Se você está vindo aqui para enlouquecer, vá para outro lugar. Não queremos você", disse Gelber.

O Clevelander disse que a administração "vai reavaliar a situação nos próximos dias e decidir se reabrirá ou permanecerá temporariamente fechada".

Os funcionários "receberão seu salário integral" enquanto as áreas de jantar e bar estiverem fechadas, disse o hotel.

Theresa Waldrop, Andy Rose e Hollie Silverman contribuíram para esta reportagem.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)