Operação avança em Suez e navio se move, mas não há previsão para liberação

Equipes já retiraram 9 mil toneladas de água do cargueiro Ever Given e removeram 20 mil metros cúbicos de areia para abrir passagem no canal

Da CNN*
27 de março de 2021 às 16:30 | Atualizado 27 de março de 2021 às 18:01

 

As equipes do Canal de Suez seguem os trabalhos neste sábado (27) para mover e desencalhar o navio cargueiro Ever Given, que bloqueia a passagem da importante via comercial desde terça-feira (23).

O chefe da Autoridade do Canal de Suez, Osama Rabie afirmou neste sábado que as tentativas de remoção já permitiram que a popa e o leme do porta-contêineres se movessem, mas que ainda não é possível prever quando o barco voltaria a flutuar. 

De acordo com Rabie, o navio “reagiu bastante” na sexta-feira, gerando expectativas de que o trabalho pudesse ser concluído ainda durante a noite, mas as operações tiveram que ser suspensas por conta das marés. As equipes de resgate também conseguiram reiniciar temporariamente o leme e as hélices na noite de sexta, antes que a maré baixa paralisasse seus esforços, disse ele.

"A popa do navio começou a se mover em direção a Suez, e isso foi um sinal positivo até as 23h (18h em Brasília), mas a maré caiu significativamente e paramos", disse Rabie a jornalistas, em Suez. "Esperamos que a qualquer momento o navio possa deslizar e se mover do local em que está", acrescentou.

Rabie afirmou que espera que não seja necessário retirar alguns dos 18.300 contêineres que estão no navio para aliviar o seu peso, mas que marés e ventos fortes estavam complicando os esforços para desencalhá-lo.

As autoridades dizem que conseguiram remover quase 20 mil metros cúbicos de areia para abrir passagem para o Ever Given. Além disso, cerca de 9 mil toneladas de água de lastro (a água captada do mar pelos navios para garantir estabilidade) já foram removidas da embarcação. 

À CNN, um piloto sênior do Canal de Suez, que não quis se identificar, afirmou que há a possiblidade de o navio ser desencalhado ainda neste sábado, por conta de vários fatores que estaria à favor da operação. Ele menciona os trabalhos de dragagem, que estão avançados, as marés altas que estão sendo esperadas e a disponibilidade de rebocadores bastante robustos. É esperada uma maré alta para a noite deste sábado, o que é um fator importante de ajuda ao resgate. 

O Ever Given mede 400 metros, comprimento semelhante à altura do edifício Empire States, em Nova York. A embarcação ficou encalhado na diagonal na parte sul do canal em meio aos fortes ventos no início da terça-feira, afetando a navegação global ao bloquear uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo.

Cerca de 15% do tráfego marítimo global passa pelo Canal de Suez e mais de 300 navios aguardam para atravessar o canal assim que ele for desobstruído, de acordo com as autoridades.

Vista aérea do navio Ever Given encalhado no Canal de Suez
Foto: Reuters

*Com informações da CNN Internacional e Reuters