Taiwan liberta sob fiança suposto culpado por acidente de trem que matou 50

Gerente de obra é dono do caminhão que as autoridades acreditam ter causado

Reuters
03 de abril de 2021 às 06:34
Trem descarrilou dentro de túnel em Taiwan
Trem descarrilou dentro de túnel em Taiwan
Foto: Facebook @Hualienfastnews via Reuters (3.mar.2021)

Uma corte de Taiwan libertou neste sábado (3) sob fiança Lee Yi-hsiang, o gerente de uma obra cujo caminhão as autoridades acreditam ter causado o acidente de trem que matou ao menos 50 pessoas. Os promotores disseram que irão recorrer da decisão. 

O descarrilamento nesta sexta (2) foi o pior acidente ferroviário na ilha em sete décadas. Um trem expresso colidiu contra um caminhão que deslizou uma ribanceira, do local da construção para perto dos trilhos. O gerente da obra é suspeito de não ter ativado os freios do veículo corretamente. 

O trem, que tinha quase 500 passageiros, estava viajando da capital Taipei até Taitung, na costa leste, quando saiu dos trilhos um pouco ao norte da cidade de Hualien. Quarenta pessoas ainda estão hospitalizadas, entre as 178 que foram feridas. 

Os promotores pediram que a corte detivesse Lee sob acusação de causar mortes por negligência, contou um funcionário do ministério da Justiça a repórteres neste sábado.  

No entanto, a corte em Hualien libertou o homem sob fiança de 500 mil novos dólares taiwaneses (equivalente a R$ 99 mil). O órgão disse que, apesar da queda do veículo possivelmente ter sido por negligência, não havia "possibilidade de conspiração". 

Yu Hsiu-duan, chefe do gabinete da promotoria de Hualien, disse que recorreria da decisão. O defensor público de Lee se recusou a falar com os repórteres na saída da Corte. 

Familiares visitaram o local do acidente para lamentar as mortes. A vítima confirmada mais jovem é uma garota de seis anos, e a mais velha, um homem de 79 anos. 

A equipe de resgate começou a mover a parte traseira do trem, que está relativamente intacta, uma vez que parou fora do túnel, longe do local do acidente. Outras seções esmagadas continuam dentro do túnel, onde o funcionário do corpo dos bombeiros Wu Liang-yun disse que mais corpos devem ser encontrados. 

"Ainda estamos conduzindo o trabalho de resgate", acrescentou. 

O acidente aconteceu no começo de um fim de semana de feriado. O trem estava cheio de turistas e residentes voltando para casa para o tradicional Dia da Limpeza dos Túmulos, data de reverência aos mortos.