Covid: Índia bate recorde e registra mais de 126 mil novos casos em um único dia

Autoridades de saúde do país já alertam para a escassez de vacinas em diversos estados; cerca de 700 centros de vacinação estão fechados em Odisha

Esha Mitra, CNN
08 de abril de 2021 às 09:14 | Atualizado 08 de abril de 2021 às 13:00
Mercado lotado em Mumbai, na Índia, durante pandemia de Covid-19
Mercado lotado em Mumbai, na Índia, durante pandemia de Covid-19
Foto: Niharika Kulkarni/Reuters (22.mar.2021)

A Índia relatou 126.789 novos casos de coronavírus nesta quinta-feira (8) – este é o maior número  de infecções em um único dia desde o início da pandemia, de acordo com um levantamento da CNN com base em dados do Ministério da Saúde indiano.

É o segundo dia consecutivo em que o país registra um maior número de casos novos. A Índia está em meio a uma segunda onda da pandemia após o pico anterior de casos ter sido atingido em setembro do ano passado. 

O estado de Maharashtra, onde fica Mumbai, uma das maiores cidades da Índia, continua registrando o maior número de mortes e casos no país, de acordo com o ministro da saúde Harsh Vardhan. Vários outros estados também viram um "aumento" na quantidade de casos reportados, disseram autoridades de saúde nesta terça.

Escassez de vacinas contra a Covid-19

Funcionários do estado de Odisha escreveram uma carta ao governo central nesta quarta-feira (7) expressando preocupação com a escassez de vacinas contra a Covid-19. "Devido à escassez de vacinas, tivemos que fechar cerca de 700 centros de vacinação no estado", acrescentando que o estado esgotaria seu estoque disponível até esta sexta-feira (9).

Em Maharashtra, também havia escassez dos imunizantes. Em resposta, o ministro da Saúde indiano, Vardhan, disse em um comunicado que a alegação da possível falta de vacinas "nada mais é do que uma tentativa de desviar a atenção dos repetidos fracassos do governo de Maharashtra em controlar a propagação da pandemia".

Autoridades de saúde do estado de Punjab disseram à CNN que o país também enfrenta uma escassez de vacinas.