Crematórios de Nova Delhi, na Índia, relatam mais de 600 corpos cremados por dia

Nova Delhi cremou 631 corpos e teve 22 enterros apenas na segunda-feira (26)

Esha Mitra, da CNN, em Nova Delhi
28 de abril de 2021 às 14:00 | Atualizado 28 de abril de 2021 às 14:02
Crematórios lotados em Nova Delhi
Crematórios lotados em Nova Delhi
Foto: Yevgeny Pakhomov/TASS via Getty Images

 

Os crematórios de Delhi, na Índia, têm cremado mais de 600 corpos diariamente na última semana, disse o prefeito da Corporação Municipal de Delhi do Norte (North Delhi Municipal Corporation NDMC) à CNN nesta quarta-feira (28). O número oficial de mortos em Delhi supera mais de 300 por dia.

“Sim, as mortes relatadas são de cerca de 300, mas definitivamente temos que cremar mais de 600 diariamente, são mortes deliberadamente insuficientes”, disse Jai Prakash, prefeito de NDMC.

Na segunda-feira (26), Delhi cremou 631 corpos e teve 22 enterros, de acordo com dados de três corporações municipais de Delhi. “Começamos a receber corpos pela manhã e eles continuam entrando um após o outro, temos que fechar as cremações à noite, caso contrário, as pessoas nos trariam corpos mesmo depois de escurecer”, disse Suman Kumar Gupta, oficial do maior local de cremação de Delhi, Nigambodh Ghat, à CNN.

Nigambodh Ghat sozinho cremava mais de 90 corpos diariamente entre 19 e 25 de abril, acrescentou Gupta. Na terça-feira, Delhi relatou 381 novas mortes e mais de 300 mortes por seis dias consecutivos, de acordo com uma contagem de números da CNN do Departamento de Saúde de Delhi.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler a versão em inglês)