Câmara dos EUA fecha acordo para criar ‘CPI da invasão do Capitólio’

Comissão incluirá um júri de 10 membros, metade nomeada por líderes democratas do Congresso, incluindo o presidente, e metade pelos republicanos, incluindo o vi

Jeremy Herb e Ryan Nobles, da CNN
14 de maio de 2021 às 11:11
Apoiadores de Trump invadiram o prédio do Capitólio, em Washington D.C.
Apoiadores de Trump invadiram o prédio do Capitólio, em Washington D.C.
Foto: Reprodução/Twitter

As lideranças do partido Democrata e do partido Republicano que compõem o Comitê de Segurança Interna da Câmara dos Estados Unidos fecharam um acordo para criar uma comissão bipartidária para investigar o ataque de 6 de janeiro ao Capitólio, quebrando um impasse de meses entre os líderes da Câmara sobre como estruturar o painel independente.

O presidente do Comitê de Segurança Interna da Câmara, Bennie Thompson, democrata do Mississippi, e o líder republicano John Katko, deputado de Nova York, anunciaram que chegaram a um acordo para a criação da comissão nesta sexta-feira (14).

A comissão incluirá um júri de 10 membros, metade nomeada por líderes democratas do Congresso, incluindo o presidente, e metade pelos republicanos, incluindo o vice-presidente.
O grupo terá o poder de emitir intimações se elas forem assinadas tanto pelo presidente quanto pelo vice-presidente, de acordo com um release divulgado pelo comitê.

A comissão teria a tarefa de emitir um relatório final até o final deste ano.

Texto traduzido. Leia o original em inglês