'É terrível, inaceitável', diz Papa Francisco sobre morte de inocentes em Gaza

Líder da Igreja Católica pediu no domingo (16) o fim do conflito entre Israel e o Hamas

Reuters
16 de maio de 2021 às 08:02 | Atualizado 16 de maio de 2021 às 08:16

 

Papa Francisco na primeira audiência com um pequeno público durante a pandemia, no dia 12 de maio
Foto: Grzegorz Galazka/Mondadori Portfolio via Getty Images

O Papa Francisco pediu no domingo (16) o fim do conflito entre Israel e o Hamas, em Gaza, dizendo que a morte de tantas pessoas inocentes nos últimos dias, incluindo crianças, era inaceitável.

"Faço um apelo à calma e aos responsáveis para que ponham fim ao clamor das armas e sigam o caminho da paz", disse numa alocução semanal aos fiéis reunidos na Praça de São Pedro.

“Muitos inocentes morreram, entre eles também há crianças. Isso é terrível. Inaceitável. A morte deles é um sinal de que (as pessoas) não querem construir um futuro, mas destruí-lo... Eu me pergunto onde ódio e vingança liderará?"

Os ataques já mataram pelo menos 126 palestinos, incluindo pelo menos 31 crianças e 20 mulheres, informou o Ministério da Saúde Palestino na sexta-feira (14). Cerca de 950 pessoas, incluindo pelo menos 254 crianças, sofreram ferimentos como resultado dos ataques aéreos israelenses, acrescentou o órgão. Pelo menos 10 israelenses também perderam suas vidas.