Rússia se oferece para ajudar a demarcar a fronteira Armênia-Azerbaijão

Moscou ofereceu ajuda após uma suposta incursão do Azerbaijão; a Armênia acusa o país vizinho de não cumprir a promessa de retirada das tropas da fronteira

Reuters
19 de maio de 2021 às 08:24 | Atualizado 19 de maio de 2021 às 10:08
Confrontos são os piores registrados entre Azerbaijão e Armênia desde os anos 90
Confrontos entre Azerbaijão e Armênia ocorrem desde os anos 1990
Foto: Reprodução - 28.set.2020 / Reuters

Moscou se ofereceu para ajudar a mediar as negociações entre a Armênia e o Azerbaijão para demarcar sua fronteira após uma suposta incursão do Azerbaijão, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, nesta quarta-feira (19).

A Armênia acusou o Azerbaijão de enviar tropas pela fronteira na semana passada, destacando a fragilidade de um cessar-fogo mediado pela Rússia que interrompeu seis semanas de combates entre as forças étnicas armênias e azeris no ano passado.

O Azerbaijão, no entanto, nega ter cruzado a fronteira e disse que suas forças apenas defenderam seu lado da fronteira. Mas a Armênia disse na última sexta-feira (14) que o Azerbaijão não cumpriu a promessa de retirar as tropas que cruzaram a fronteira.

 

"A Rússia se ofereceu, em primeiro lugar, para fornecer assistência com a delimitação e demarcação da fronteira", disse Lavrov. Ele acrescentou que Moscou propôs a criação de uma comissão conjunta armênio-azeri.

"A Rússia poderia participar [desta comissão] como consultor, mediador", completou Lavrov. No passado, Moscou desempenhou um papel de mediação entre os ex-países soviéticos. 

Isso ajudou a garantir um cessar-fogo em novembro, depois que as tropas azeris expulsaram os armênios de áreas que controlavam desde a década de 1990 na região de Nagorno-Karabakh.

A Rússia, que tem uma base militar na Armênia, enviou soldados da paz à área no ano passado para ajudar a impor o cessar-fogo. Moscou mantém laços fortes e um pacto de defesa mútua com a Arménia, mas também mantém relações amigáveis ??com o Azerbaijão.