Waack: Três aspectos importantes do conflito entre árabes e israelenses

Manifestação de identidade entre palestinos, linchamentos públicos e mudança de postura nos EUA são os principais pontos de atenção após os 11 dias de conflito

Da CNN, em São Paulo
21 de maio de 2021 às 10:12

No quadro CNN Poder desta sexta-feira (21), na CNN Rádio, William Waack fala sobre o cessar-fogo entre árabes e israelenses e analisa três aspectos importantes dos 11 dias do mais recente conflito na Faixa de Gaza e em Israel.

“O primeiro [desses aspectos] foi uma manifestação inédita de identidade entre os palestinos da Faixa de Gaza, os palestinos dos territórios árabes ocupados [na Cisjordânia], os palestinos de Jerusalém e os palestinos dentro de Israel”, afirmou Waack. 

Ele destacou como segundo ponto as cenas de linchamento registradas nessas quase duas semanas de confrontos. “Árabes israelenses linchando israelenses judeus e vice-versa. Isso foi qualificado como guerra civil por políticos israelenses moderados”, destacou.

Por fim, Waack destacou o papel dos EUA no que considerou um aspecto “extraordinariamente sensível” para essa questão – e que pode ter consequências de longo prazo. 

“A comunidade judaica nos EUA, ao longo de décadas, sempre manifestou um apoio incondicional a Israel, sobretudo em momentos como esse, de troca de violência. Agora, rachou [este apoio]”, disse Waack. 

A explicação para essa nova opinião, não só dentro do Partido Democrata de Joe Biden, é que não valeria a pena continuar a dar apoio político ao governo do premiê Benjamin Netanyahu, “que faz do exercício de, cada vez mais acirrar os ânimos, a razão da sua sustentação política”.