Mesmo com saída de Netanyahu, Bolsonaro tentará manter aliança com Israel

Segundo diplomatas brasileiros, presidente pretende entrar em contato nos próximos dias com o novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett

Gustavo Uribe
Por Gustavo Uribe, CNN  
13 de junho de 2021 às 16:41 | Atualizado 13 de junho de 2021 às 17:58

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pretende entrar em contato nos próximos dias com o novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, na tentativa de manter a aliança estratégica entre Brasil e Israel.

Segundo integrantes do Palácio do Itamaraty, neste domingo (13), o presidente demonstrou disposição em entrar em contato com o novo premiê israelense para parabenizar a sua vitória.

Antes mesmo da vitória, que encerrou um período de 12 anos de Benjamin Netanyahu como primeiro-ministro, assessores presidenciais já mantinham contato com integrantes da equipe de campanha de Bennett.

A aposta de diplomatas brasileiros é de que o americano George Birnbaum, um dos conselheiros políticos do novo primeiro-ministro, seja a ponte do governo federal na aproximação com Bennett.
Netanyahu era considerado um dos aliados estratégicos do governo brasileiro no cenário internacional.

Jair Bolsonaro e Benjamin Netanyahu (31.mar.2019)
Foto: Alan Santos/PR

 

Com a derrota de Donald Trump nos Estados Unidos, o ex-premiê israelense se tornou uma das principais referências de Bolsonaro como um governo estrangeiro que apoia a sua gestão.
Por isso, nas palavras de diplomatas brasileiros, tornou-se estratégico que o presidente brasileiro atue neste momento para manter com Bennett uma aliança estratégica.