Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ação terrestre de Israel em Gaza deve acontecer e intensificar conflito, diz professor

    Fernando Brancoli afirmou à CNN Rádio que “não há indícios” de que o conflito vai perder fôlego ao menos nos próximos quinze dias

    Incêndio causado por foguete lançado da Faixa de Gaza contra Ashkelon, no sul de Israel
    Incêndio causado por foguete lançado da Faixa de Gaza contra Ashkelon, no sul de Israel 11/10/2023REUTERS/Amir Cohen

    Amanda Garciada CNN

    O professor de relações internacionais da UFRJ Fernando Brancoli acredita que “não há indícios” de que o conflito entre Israel e o grupo radical islâmico Hamas vá perder fôlego nos próximos quinze dias.

    À CNN Rádio, ele avalia que a “tragédia humanitária vai durar bastante” na região da Faixa de Gaza.

    “A ação terrestre das forças israelenses à Gaza deve acontecer, esta primeira fase foi de bombardeio, já com número alto de vítimas”, disse.

    O professor destacou que isso deve acontecer porque “Gaza depende de Israel para obter água, por exemplo, e esse circuito foi interrompido.”

    “Este é o pior momento entre Israel e Palestina dos últimos 30 anos, e ninguém sabe como o conflito vai terminar”, completou.

    Para Brancoli, ao mesmo tempo em que Israel convocou seus reservistas, o “Hamas não pretende reduzir ataques.”

    Veja mais – Análise: Israel forma governo de emergência em meio ao conflito

    O especialista destacou que “não existem grandes atores internacionais para mediar este imbróglio, nem países, nem organizações.”

    “Isso obviamente prolonga o conflito, ausência de mediação reforça manutenção do esforço de guerra e quem sofre é a população civil”, reforçou.

    *Com produção de Isabel Campos