Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Adolescente é detido por cortar árvore bicentenária mais famosa do Reino Unido

    Sycamore Gap já foi cenário do filme de Robin Hood e esteve por mais de 200 anos ao lado da Muralha de Adriano, construída pelos romanos em 122 d.C.; suspeito tem 16 anos, segundo a polícia

    James Fraterda CNN

    Uma famosa árvore que permaneceu de sentinela durante mais de 200 anos ao lado da Muralha de Adriano, construída pelos romanos, na Grã-Bretanha, foi “deliberadamente derrubada”, no que as autoridades chamaram de “ato de vandalismo”.

    A árvore, localizada no Parque Nacional de Northumberland, no norte da Inglaterra, ficou conhecida por milhões de pessoas em todo o mundo quando apareceu no filme de grande sucesso de Kevin Costner, de 1991, “Robin Hood: Príncipe dos Ladrões”.

    A polícia disse ter detido um menino de 16 anos após o incidente, que teria ocorrido durante a noite de quinta-feira (28).

    Veja também: Turista entra na Fontana di Trevi para encher garrafa

    A árvore – em um local conhecido como “Sycamore Gap” – estava localizada na histórica Muralha de Adriano, listada como Patrimônio Mundial da Unesco, que foi construída há cerca de 1.900 anos para proteger a fronteira noroeste do Império Romano.

    Árvore antes de ser derrubada / Andre Poling/ullstein imagem/Getty Images

    Sycamore Gap foi considerada uma das árvores mais fotografadas da Inglaterra e eleita a Árvore Inglesa do Ano em 2016.

    A instituição de caridade National Trust – que co-administra o local – disse estar “chocada e triste” com a derrubada da árvore.

    Andrew Poad, gerente geral do nordeste do National Trust, disse: “A árvore tem sido uma característica importante e icônica na paisagem há quase 200 anos e significa muito para a comunidade local e para qualquer pessoa que tenha visitado o local”.

    A Autoridade do Parque Nacional de Northumberland disse que agora está “trabalhando com as agências e parceiros relevantes com interesse neste marco icônico do Nordeste”.

    O Parque Nacional pediu aos visitantes que ficassem longe enquanto o local era tornado seguro.

    A polícia, que anteriormente disse estar investigando o que se acredita ser um “ato deliberado de vandalismo”, disse que um jovem de 16 anos foi preso em conexão com o incidente.

    A árvore, vista aqui em 2021, foi uma presença marcante na paisagem selvagem do local / Kevin Taverner/CNN

    O adolescente permanece sob custódia policial e está auxiliando os policiais em suas investigações”, postou a Polícia de Northumbria no X (antigo Twitter), acrescentando que a “investigação ainda está em um estágio muito inicial”.

    Antes da prisão, a força policial descreveu a árvore como um “marco de renome mundial”.

    “O vandalismo causou choque e raiva compreensíveis em toda a comunidade local e além”, disse um comunicado da Polícia de Northumbria.

    O superintendente de polícia Kevin Waring acrescentou: “Este é um dia incrivelmente triste. A árvore foi um ícone do Nordeste e apreciada por muitos que vivem ou visitaram esta região.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original