Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Agência da ONU: Israel não aprovará mais envio de alimentos ao norte de Gaza

    Chefe da UNRWA classificou a determinação como ultrajante

    Homem caminha em frente ao prédio da Agência de Assistência e Obras das Nações Unidas (UNRWA) na Cidade de Gaza
    Homem caminha em frente ao prédio da Agência de Assistência e Obras das Nações Unidas (UNRWA) na Cidade de Gaza Ali Jadallah/Agência Anadolu via Getty Images

    Hatem Maherda Reuters

    Cairo

    O chefe da agência da ONU para os refugiados palestinos, a UNRWA, disse neste domingo (24) que Israel informou à ONU que não aprovará mais os comboios de alimentos da agência para o norte de Gaza.

    “Isso é ultrajante e torna intencional a obstrução da assistência vital durante uma fome provocada pelo homem. Essas restrições devem ser suspensas”, disse o chefe da UNRWA, Philippe Lazzarini, na plataforma X.

    A UNRWA, que fornece assistência e serviços aos refugiados palestinos em Gaza e em toda a região, está em crise desde que Israel acusou doze dos seus funcionários de envolvimento nos ataques do Hamas contra Israel em 7 de outubro.

    As alegações levaram o maior doador da UNRWA, os Estados Unidos, e alguns outros a suspender o financiamento, colocando em dúvida o futuro da agência. No entanto, outros países, incluindo o Canadá, a Austrália e a Suécia, já retornaram com o financiamento.

    A UNRWA e o Egito disseram na semana passada que Lazzarini, que estava em visita ao Cairo, teve sua entrada em Gaza barrada pelas autoridades israelenses.

    “Ao impedir a UNRWA de cumprir o seu mandato em Gaza, o relógio avançará mais rapidamente em direção à fome e muitos mais morrerão de fome, desidratação e falta de abrigo”, acrescentou Lazzarini.